sábado, 7 de maio de 2011

Amiga Blogueir@ da Semana–Kassya Mendonça

O amor é um dos sentimentos mais exaltados, se não for o maior de todos! Inspiração para poetas, delírio dos românticos, felicidade e realização para quase todos nós... Indiscutivelmente é uma de nossas maiores buscas... Eu poderia tentar definir o amor de várias formas, mas não o farei... E, se quisesse, também não conseguiria... Minha Amiga Blogueir@ da Semana o faz com maestria! Kassya Mendonça, consciente da vida e de todas as complexidades do viver, declama em versos toda a beleza do amor! Em seu maravilhoso blog, Nas Asas da Borboleta, ela o mostra como um poderoso sentimento transformador, muitas vezes banalizado por aqueles que não o compreendem em sua essência. Enxerga, nos pequenos acontecimentos diários, razões para que o amor seja celebrado e refletido. E, invariavelmente, isso resulta em belos versos, mostrados em poemas e poesias. Faço um convite a todos para que conheçam o blog da minha querida amiga Kassya Mendonça e aproveitem para fazerem uma fantástica viagem Nas Asas da Borboleta... Se a sua busca é por uma definição do amor, com certeza, muitas delas poderão ser encontradas lá! Aqui, ela nos deixa uma valiosa dica sobre relacionamentos e, claro, tendo o amor como inspiração. Com vocês, Kassya Mendonça em:
Cultivando o Amor

“Quando a Jackie me convidou para este espaço, confesso que tive medo de não ter idéia do que escrever, e fiquei assim por vários dias, afinal a responsabilidade é grande. O que escrever? Sobre relacionamento, sobre comportamento, sobre amor ou vida? Mas, hoje algo me chamou atenção e resolvi escrever sobre isto”.
Dois rapazes estavam alegres por ser sexta-feira e, todos que entravam no ônibus, eles cumprimentavam com um “oi, bom dia!”. A maioria das mulheres não respondia, e ignorava; e muitas faziam cara de “bom dia??? só se for para vocês!”. Um deles disse: “que bando de mal- humoradas, num to te cantando não, só dando bom dia!”; o outro também comentou: “que mal- humoradas que nada, cara; é tudo um bando de insatisfeitas, de mal com a vida. Olha pra cara delas, parece um bando de zumbis!”.
Então, comecei a observar os rostos e analisar as mulheres, os comportamentos e as fisionomias. Realmente, a maioria estava com olhar triste, perdida em algum lugar que não era o agora, com rostos abatidos. Muitas apresentavam uma mistura de abatimento e desânimo, boca serrada, testa franzida, cabelos desalinhados.
O que leva uma mulher a não se amar? O que acontece para esta tristeza transparecer assim no rosto, a ponto de não aceitar um bom dia? Porque se deixaram de lado assim?
Por causa dos homens que elas amam e não as amam como gostariam de ser amadas!
Muitos homens acham que amar uma mulher e não demonstrar tal sentimento faz deles homens fortes. Mas eu digo: não! Os homens matam suas mulheres aos poucos, com atitudes ou, a falta delas...
A falta de tempo, o cansaço, o não olhar para ela, para suas necessidades, não prestar a atenção a um detalhe ou a uma lágrima... Há palavras que podem dizer muito mais sobre o que ela sente. Às vezes as mulheres pedem de maneiras sutis. Podem dizer: “estou com saudades”, “quero estar com você”, “pensei em você hoje”, “sonhei contigo”, “eu te amo muito... beijos...”; mas muitos, na ignorância, acham que isso é besteira, melosidade, coisa de mulher grudenta... E ela pode estar apenas dizendo: “olha, estou só e você não está presente; eu vou mudar...”.
Geralmente um homem conhece uma mulher, a acha linda, maravilhosa, cheia de charme, cheia de vida; começa a namorá-la e descobre que ela é engraçada, meiga e companheira. Então, decide casar-se com ela, pois ela é a mulher da sua vida, tudo o que ele procurou e desejou para ser feliz. Muitos, não se casam, mas passam a viver um romance intenso com esta mulher. O tempo passa e este homem esquece que a mulher é como uma planta rara, que precisa ser cuidada...
A planta precisa de sol, água, lugar protegido do vento e das intempéries do tempo... A mulher só precisa da presença verdadeira deste homem. Não o físico, mas a atenção!
Muitos homens se esqueceram dos elogios... Não se lembram de dizer eu te amo... Não retornam telefonemas, mensagens, emails... Já não dizem bom dia, não beijam mais! Acham que não precisa, afinal, ela sabe! Estão sempre ocupados no trabalho, em reuniões, com os amigos...
E como a planta que você deixa esquecida num canto do jardim sem cuidados, a mulher começa a perder o brilho. Seu sorriso já não é mais cativante, ao contrario, é um ricto de sorriso, um pseudo-sorriso, um traço fino entre os lábios... Sua pele perde o frescor, começam-lhe aparecer pequenas rugas ao redor dos olhos, da boca... Seu olhar se torna triste e já não se enternece como antes... Ela já não presta mais atenção a ela mesma; não importa mais as roupas, as lingeries, os sapatos, os perfumes, os óleos e cremes para o banho, pois ela não tem para quem vestir-se, nem para quem perfumar-se ou passar cremes para deixar a pele macia e sedosa... Ele já não nota mais! Ela já não se importa mais!
Aos poucos ela vai murchando... Seu corpo pede por prazer, pede por atenção, mas o homem, ao seu lado, não lhe dá isto, e ela vai guardando os desejos no fundo da alma, achando que assim irá agradá-lo e vai se entristecendo. Aos poucos, deixa de ser aquela mulher tão linda...
Um dia este homem olha para ela e não reconhece a mulher de antes. Ela já não tem mais covinha no rosto, ela já não exala aquele cheiro gostoso, seus olhos estão encobertos por uma nuvem de tristeza profunda, sua pele tem sinais da vida, seus dentes antes tão lindos, hoje já não são mostrados porque sua alma não tem sorrisos para distribuir...
Ele se esquece que ao deixar de alimentá-la emocionalmente, deu um grande passo para que ela começasse a morrer, fazendo dele um homem triste, pois perdeu muito tempo trabalhando ao invés de amá-la. Perdeu tempo quando não disse eu te amo, quando não perdeu algumas horas do precioso dia para estar com ela, pois tudo era mais importante do que isso...
Ahhh!!! ... Homens, se vocês têm uma mulher que os ama e se vocês ainda não chegaram neste ponto, olhem para ela e diga: Te amo!... Liguem, retornem as chamadas, as mensagens, os emails; não percam tempo pensando no que vocês iram deixar de fazer por causa disto. Esta atitude os fará homens muito mais felizes... Não há dinheiro que pague tal felicidade; resgatem os sorrisos, as brincadeiras, as alegrias, as cumplicidades, o prazer de estarem juntos... Façam tudo isso, se ainda for importante para vocês, mas se não for digam a verdade; nenhuma mulher gosta de ser enganada sentimentalmente...
Ou vocês vão achar que tudo o que eu disse é uma tremenda besteira e as deixarão morrer? Talvez pior: Deixarão que elas descubram que ainda vivem... nos braços de outro...
Kassya MendonçaNas Asas da Borboleta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!