terça-feira, 30 de março de 2010

Valor ao que temos!

Hoje li um email (conhecido), que traduz bem o que gostaria de escrever:
“O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:
- Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal?
Olavo Bilac apanhou o papel escreveu:
Realmente, muitas vezes, não nos damos conta das coisas boas que temos e sempre queremos mais ou o suposto “melhor”.

"Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeirão. A casa banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda".
Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.
- Nem pensei mais nisso, disse o homem. Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tenho!”
Não valorizamos a casa em que moramos, quando muitos estão pedindo apenas uma cama para dormir; não agradecemos pela comida que temos na mesa, quando  muitos pelo mundo só querem um pedaço de pão. No Haiti, as pessoas chegam a comer “bolinho de barro” com um pouco de sal, só para enganarem a fome! Brigamos com nossos filhos por estarem correndo dentro de casa (eu sou uma dessas pessoas!), quando muitos pais gostariam que seus filhos apenas saíssem da cama! Temos roupas... Muitos passam frio ou estão maltrapilhos; temos trabalho e muitos roubam! Alguns por total desespero, por não terem o que comer ou dar de comer aos seus filhos!

segunda-feira, 29 de março de 2010

Oração da Coragem

Quantas vezes nos sentimos sozinhas e desamparadas? Precisando do silêncio como melhor amigo para as nossas reflexões? Seria injusto pedir um pouco de paz quando nos sentimos aflitas e com o coração acelerado demais?
Não! Não somos egoístas por querer dedicar um pouco dos nossos minutos a nós mesmas! Precisamos, sim, de um tempo com nós, de um mergulho profundo nesse oceano de sentimentos confusos e agitados que é a nossa alma. Por isso somos mulheres! Sabemos exatamente como partilhar cada pedaço de nós e do nosso tempo com aqueles que nos cercam e com quem amamos; mas é necessário sabermos parar e olhar (ao menos um pouco) para nós!
Minha mãe sempre me ensinou que quando estamos tristes, cansadas ou precisando de um pouco de paz, faz bem rezarmos. Claro que por ter uma “herança” católica as orações sempre acabam sendo as mesmas: Pai Nosso, Ave Maria, Credo... Porém como nos dias de hoje, nem todos praticam o catolicismo, mas ainda acreditam na força de Deus, sugiro que procurem CONVERSAR com Deus ou com você! Mas não faça isso apenas quando precisar de ajuda! Faça, também, para agradecer, para compartilhar alegrias e tristezas, para celebrar as conquistas ou simplesmente para desabafar.
Viver é uma busca constante, um aprendizado que nunca acaba... Exige mais de nossa mente e sabedoria do que de qualquer esforço físico. Por isso a nossa maior concentração de forças está em nossa mente. Com ela (a mente) podemos tudo! Somos capazes de tudo! Pena que muita gente não tenha a real consciência do poder que temos internamente.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Ame, Apaixone-se e CUIDE BEM DO SEU AMOR!

A postagem de ontem foi para as mulheres que sofrem constantemente em busca do grande amor e que, quase sempre, não sabem diferenciar a relação saudável e prazerosa da abusiva e desrespeitosa.
Não sabemos até onde a culpa das relações mal sucedidas são apenas dos homens. Tenho comigo, sempre, que as pessoas são aquilo que NÓS permitimos que elas sejam; portanto, não há homem e ninguém neste mundo que possa nos fazer mal maior do que aquele que causamos através da omissão dos nossos verdadeiros sentimentos.
Mas, como nem tudo está perdido, existe o reino dos homens bons, educados, carinhosos e apaixonantes! Verdadeiros HOMENS na essência da palavra.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Ame Sempre! Mas Ame VOCÊ!

Olá!
Recebi esse email e, com certeza, o mesmo deve estar circulando aí para todos, mas achei que seria legal deixá-lo aqui também para que possamos lê-lo sempre que precisarmos.
Trata-se de um texto da apresentadora americana Oprah Winfrey, onde ela aborda questões que muitas mulheres esquecem, prejudicando a sua auto-estima, deixando de lado as suas necessidades e prioridades como “pessoa” para se entregar e, muitas vezes, sofrer em nome de um grande amor.
Pensem que o maior amor de todos é aquele que devemos sentir por nós!
“Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe;
Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, ”foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.

quarta-feira, 24 de março de 2010

As oportunidades são únicas!

Existe um provérbio chinês que diz: “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”
A questão é o arrependimento! Quantas vezes fazemos ou deixamos de fazer, falamos ou deixamos de falar coisas que depois nos arrependemos? Temos tanta pressa em agir, pensar, falar, que muitas coisas passam despercebidas e aí, às vezes tarde demais, vem o tal do arrependimento. E ele vem acompanhado da sensação de culpa e impotência, pela certeza de termos perdido a oportunidade única de fazer algo que poderia nos levar a um caminho diferente (e quem sabe, melhor?).
Quase sempre, ao pensarmos nas coisas passadas, imaginamos como elas seriam se tivéssemos agido ou dito de modo diferente, principalmente se não nos trouxeram um bom resultado.

Sobre a Tristeza...

Hoje acordei sentindo uma tristeza dominante e assustadora. Recuei um pouco e escolhi um lugar calmo para poder chorar. Tantos pensamentos invadem a nossa mente, tantos questionamentos. É uma busca por respostas, mas quais são as dúvidas?
Sentir tristeza não oferece riscos. Ao contrário! Assim como o medo nos é saudável por estabelecer limites; a tristeza nos permite fazer uma faxina emocional, varrer tudo aquilo que nos incomoda, resolver o que está pendente...
Imagino quantas pessoas sentem tristeza e quantas não conseguem mergulhar dentro de si para verificar o ponto exato causador desse sentimento. Como venho dizendo, ninguém tem uma vida perfeita, aliás, perfeição nem existe! Apenas nos aproximamos dela ao vivermos momentos que nos remetem a essa sensação. Porém, essa busca inquietante pela felicidade nos faz acreditar que precisamos estar sempre sorrindo, passando uma imagem “feliz”...
Não se iludam, pois isso é impossível! O importante mesmo é estarmos conscientes daquilo que sentimos, que vivemos, que queremos em nossa vida.

terça-feira, 23 de março de 2010

Somos Abençoados!

Passamos a vida inteira em busca do amor perfeito, da felicidade plena... Vivemos acreditando que os outros são mais felizes e amados que nós e acabamos não percebendo como somos abençoados diariamente.
Temos conquistas diferentes dos nossos vizinhos e amigos, mas elas não nos torna melhores ou piores que eles. Costumo dizer que cada um é responsável por aquilo que conquista; tanto no bem, quanto no mal. Somos o que somos e temos toda a nossa vida para melhorarmos, para escolhermos caminhos que nos aproximem de nossa real felicidade.
Os obstáculos, as decepções, os problemas, as tristezas irão sempre aparecer, pois nada nesta vida poderá ser realmente valorizado se não nos confrontarmos com essas situações.
A questão é: como superamos as quedas? Como transformamos experiências negativas em lições de vida e, desta forma, prosseguimos como pessoas melhores? Não tenho essas respostas, também sou um ser que tenta evoluir, que cai e levanta, que chora e ri, que erra e aprende (ou pelo menos tenta)... Mas procuro enxergar tudo da maneira mais positiva e otimista possível.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Felicidade vem com a maturidade!

Gostaria de falar sobre FELICIDADE!
Não aquela que lemos nos contos de fadas ou nos romances, mas sobre o verdadeiro estado de felicidade.
A felicidade que descobrimos ao longo das nossas derrotas, diante das barreiras que enfrentamos na vida. Parece um paradoxo, mas só enxergamos a felicidade após cairmos, levantarmos e recomeçarmos; na conquista das pequenas coisas que, somadas, nos trazem um prazer pleno de vitórias e realizações. Somos o que somos e nunca devemos nos esconder ou maquiar a nossa verdadeira essência. Somos lutadoras, guerreiras, somos vencedoras... Mesmo desacreditando no término da fase ruim, continuamos, obstinadas em nosso propósito.
E a felicidade é descobrir que mesmo após tantas quedas, ainda temos forças para levantar e recomeçar tudo outra vez, com mais garra e determinação.
Lindas e esplendorosas vencemos os desafios e nos descobrimos imbatíveis.
Felicidade... só vem com a maturidade! Somente quando nos reconhecemos e nos aceitamos como somos podemos, de fato, descobrir que ela (a felicidade) morava bem perto de nós!
Viva a Fénix existente em cada uma de nós!

Jackie Freitas

Volta por cima!

Todos nós, humanos, somos capacitados a vencer todos os obstáculos em nossa vida! Temos forças para superarmos as dificuldades, inteligência para traçarmos metas e objetivos, determinação para darmos a volta por cima. A vida é uma constante metamorfose, uma verdadeira caixa de surpresas.

Mas ela é bela! É rica e maravilhosa!

Todos nós temos a chance e várias oportunidades de reverter o negativo em positivo. Nós mulheres, especialmente, buscamos forças no desconhecido para, no futuro, poder dizer: "Eu venci!".

Nesta fase da minha vida onde a determinação e a fé foram fatores preponderantes para a minha vitória, gostaria de deixar aqui registrado que nada nos é impossível!

Como costumo dizer: o importante não é a queda e sim como nos levantamos dela!



Boas energias!

Jackie Freitas
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!