segunda-feira, 31 de maio de 2010

Interpretando a Palavra ou Sendo Interpretado por Ela?

Há algo de extraordinário nas palavras!
Quantos significados uma única palavra pode ter? O mais curioso de tudo é quantas interpretações tiramos dela!
Existe o provérbio chinês que diz: “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.”. Uma palavra sozinha, com o seu significado, classifica, denomina, qualifica, desqualifica, enaltece, ilustra... Porém, combinada com outras e somando entre si o peso de seus significados, consegue muitas vezes transformar ou até deturpar a imagem de uma pessoa.
Somos, no final, expressões decorrentes de um amontoado de palavras. Enxergamos através delas e, igualmente, somos enxergados, quando não, julgados por elas! O cuidado que devemos ter ao escolhê-las é uma das maiores atividades cerebrais que possamos ter em nosso dia-a-dia. Isso porque vivemos num mundo onde a imagem que preservamos ou até mesmo àquela que queremos transmitir aos outros está intimamente ligada ao bom ou mau uso da palavra.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Aqui se Faz… Aqui se Paga!

Qual é a nossa verdadeira concepção de justiça e quando sabemos aplicá-la?
Pelas leis dos homens, a justiça é o princípio moral que exige conduta justa, com respeito ao direito e à igualdade entre as pessoas. Pelas leis de Deus, ela vem mediante a fé em Cristo para todos os que crêem. Além disso, ela é oferecida para todos porque todos têm necessidade dela (Romanos 3:21-26).
Onde essas duas leis se encontram e fazem prevalecer a verdadeira justiça em nossa vida?
Tenho visto muitas pessoas sofrerem os mais variados tipos de injustiça. Pessoas de boa fé, que agem dentro de seus princípios, lutando por uma vida digna, honesta e pelo  direito de viver em paz.
Por outro lado, encontramos pessoas que simplesmente ignoram que o mundo foi feito para todos e que o direito de viver (com dignidade) não é privilégio para poucos. Pelo menos não deveria.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Rir é o Melhor Remédio, Rir de Si Mesmo é a Cura!

Os efeitos positivos do riso já são comprovados cientificamente. Antigamente os médicos gregos recomendavam aos pacientes uma boa comédia para ajudar no combate a uma doença grave. Patch Adams ainda sonha com o seu hospital-circo e quem assistiu ao filme pôde ver a sua luta na defesa de que o riso aliviava as dores dos pacientes com doenças terminais. Esta iniciativa serviu de inspiração para o surgimento de vários outros doutores da alegria, ou doutores do riso por todo o mundo. No livro “Anatomia de Uma Doença”, Norman Cousins relata a cura de uma doença grave assistindo a seriados cômicos pela televisão.
A risada faz aumentar a secreção de endorfina que relaxa as artérias, melhora a circulação e beneficia a reação imunológica. Além disso, estimula a produção de adrenalina o que ocasiona mais irrigação nos tecidos que recebem mais oxigênio. O bom humor aumenta a capacidade de resistir à dor.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

A Busca em Ser Diferente

Houve uma época em que eu me achava intelectual. Lia vários livros, freqüentava bibliotecas, filosofava sobre a vida, o céu e o mar...Achava que era diferente, quando na verdade era apenas mais uma entre tantos!
Com o passar do tempo, fui percebendo que ser diferente não consistia em buscar por caminhos difíceis e longos. Ser diferente era simplesmente uma questão de assumir a minha própria identidade. O meu EU verdadeiro! Deixando os modismos de lado, aprendendo a defender as minhas idéias e opiniões, buscando traçar o meu próprio caminho sem que a sua rota fosse influenciada por outras pessoas
.
Decidi, então, que era hora de seguir e descobrir o que de extraordinário poderia haver nessa caminhada. Conheci vários tipos de pessoas; boas e ruins, egoístas e solidárias, feias e bonitas, oportunistas e aquelas que me inspiraram: as generosas!
Meu pai sempre me dizia que nesta vida devemos conhecer de tudo um pouco e que não podemos discriminar ninguém. Fazemos a nossa seleção naturalmente, descobrimos quem realmente nos acrescenta valores positivos e úteis. Lembro de ouvi-lo dizer que nesta vida temos duas formas para aprender: com dor ou sem.

terça-feira, 18 de maio de 2010

O Recheio do Sanduíche

Quando eu era mais jovem não pensava em ter filhos! Nunca achei que tivesse vocação para ser mãe. Dedicação em tempo integral, amor incondicional.Vi muitas mães serem hostilizadas por seus filhos e me perguntava:“Será mesmo que vale a pena esse sacrifício?”. Era uma época em que o meu mundo era apenas “eu”!
Graças a Deus esse tempo passou e com ele todo o meu egoísmo! Adquiri a vontade de tê-los. Não sei se desenvolvi a habilidade para exercer esse papel que, na minha visão, é o mais difícil e de maior responsabilidade da vida do ser humano. OK, eu pensava em ter apenas dois filhos (padrão nacional... rs) e aí Deus me deu dois... Casais!
Carol (hoje com 15 anos – mora com o pai) nasceu de meu primeiro casamento. Meu atual marido queria muito ter um filho – menino – e quando engravidei, prometi a mim mesma que sendo menino, seria o último. Nasceu o Victor. Menino lindo! Meu médico recusou-se a fazer a “laqueadura”, pois, segundo a sua experiência, sabia que o meu marido iria querer ter outro filho (afinal para o meu marido era o primeiro!). Não tardou muito para que a profecia tornasse realidade. Ele logo quis outro filho (quem cria um, já cria dois, não é?). Hummm... OK. Naturalmente ele queria ter uma menina para completar o quadro (dele). Engravidei e nasceu outro menino, Gustavo! Menino impaciente

domingo, 16 de maio de 2010

A Música que Transformou a Minha Vida

Há alguns dias, fui indicada pelo querido amigo Fernandez do blog Orsty para que eu comentasse sobre a música que marcou a minha vida.
Minha natureza é essencialmente romântica, portanto, a música faz parte da minha vida. Para cada passagem, cada momento (de alegria ou tristeza) sempre encontro uma música que traduz ou simboliza os meus sentimentos.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A Amante do Meu Marido

Em todos os relacionamentos, ou pelo menos na maior parte deles, o ciúme é um velho conhecido. Diria que, em alguns casos, ele acaba se tornando o terceiro elemento da relação. Quem não estiver preparado para lidar com ele, pode estar decretando o fim do seu relacionamento.
Administrar a própria vida já é uma tarefa árdua, imagine ter que fazer isso conciliando duas vidas diferentes numa só?
O segredo para o sucesso de uma relação é a confiança. Quando confiamos, nos desprendemos das “neuras” e passamos a focar em coisas mais relevantes, que complementem e agreguem valores ao casal. Confiar em si próprio é um ótimo começo. Mas é aí que as coisas complicam!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Verbalize as suas Emoções

Diferentemente dos animais, dispomos de outra forma de expressar o que nos vai à alma: as palavras. É óbvio que, sendo a emoção um fenômeno com importante componente corporal, as palavras por si só não bastam para comunicá-la. Mas certamente são auxiliares valiosos.
Verbalize A civilização e a cultura não ajudam. Somos condicionados, desde cedo, a não dizer aos outros o que sentimos, principalmente se esse sentimento for percebido como algo que nos inferioriza. Tudo pode estar minado por dentro, mas todo esforço deve ser no sentido de exibir uma fachada de normalidade.
Confessar medos e fraquezas (e quem não os tem?) é visto como perigoso para o nosso prestígio e um sinal de insegurança. Paradoxalmente, são justamente os mais seguros e confiantes que menor receio têm de confessar seus temores e falhas. Ter medo, meus caros, todos nós os temos e não há por que dele nos envergonharmos. Alguém já disse que ter coragem não é a ausência do medo, mas é portarmo-nos com dignidade apesar do medo.

domingo, 9 de maio de 2010

Sunshine Award

 
clip_image002Quando comecei a pensar na idéia de ter um blog, pareceu-me mais uma forma de desabafo, de expor pensamentos sobre minha vida e experiências. Aos poucos, fui percebendo que este espaço é muito mais do que um simples diário! É a forma de comunicação que estabeleço com pessoas desconhecidas e conhecidas, mas com uma ligação jamais, por mim, imaginada! Percebo que através das palavras, podemos causar efeitos bons e positivos em outras pessoas, sejam eles para rir, chorar, informar, dar dicas... não importa! Temos um papel muito importante para a propagação da informação e isso tem me deixado muito satisfeita e animada.
Para o blogueiro, a maior recompensa é ler os comentários das pessoas, ver as visitas feitas em seu blog, novos seguidores de suas notícias... Nesse sentido, estou cada dia mais feliz.
Porém, ontem, tive a grande honra de receber de minha amiga Denize Oliveira do Blog da Comentarista um selo chamado Sunshine Awards. Este selo circula por todo o mundo, levando (como o próprio nome diz) “Luz do Sol” aos bloggers com o objetivo de homenagear e difundir o trabalho no mundo dos blogs.
Fiquei muito feliz por dois motivos: o Selo é lindo (é uma honra recebê-lo) e por ter sido lembrada, entre tantos e excelentes bloggers.

sábado, 8 de maio de 2010

É Dando que se Recebe?

O relacionamento entre pessoas é a forma como elas se tratam e se comunicam (fonte: Wikipédia).
Aprendi ao longo de minha vida que devemos praticar o bem pelo próprio bem de fazê-lo. Que devemos dar, não pensando no que receberemos em troca, mas por descobrir que “doar-se” é uma boa opção. Ao doarmos, estamos dando o que de melhor há em nós e, em algumas vezes o pior também! Talvez essa seja uma excelente definição do amor. Não é raro ficarmos indignados por não recebermos na proporção imaginada aquilo que oferecemos às pessoas.
Tenho um amigo que sempre me dizia: “faça a sua parte com o coração, amor e convicção de que é o que realmente deseja. Nunca espere demais das pessoas, segundo as suas expectativas, pois nem todo mundo está preparado para atendê-las!” Claro que esta não é uma das minhas conclusões prediletas, pois como todos, espero (mesmo que inconscientemente) algum tipo de retribuição. Daí surgem as decepções, os desapontamentos e questionamentos de até onde vale a pena agirmos mas não interagirmos.Ora, se sou atenciosa, por que não receber atenção de volta? Se dou carinho, por que não posso ser digna de receber um pouco dessa poção mágica?

quinta-feira, 6 de maio de 2010

A Terapia do Tanque

"Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta." (Carl Young)
Dia desses acordei diferente!
Descomprometida com a filosofia, mas não com a vida! Com vontade de cuidar da casa, das roupas, do jardim... Acordei decidida que ligaria o computador apenas para ler os emails, ver uma notícia ou outra, dar uma espiadela no meu blog... apenas isso! O meu cérebro precisa de uma folga!Exercitar o intelecto também cansa!
Comecei o dia arrumando os quartos, o guarda-roupa das crianças... Êpa! Um assunto (tema) me veio em mente! Mas logo o despachei. Hoje é folga!
Liguei o som e arrumei a casa cantando, dançando, assoviando. Que delícia! Parece incrível, mas senti um bem estar enorme, não só por estar colocando a limpeza da casa em dia, mas por (inconscientemente) fazer uma faxina mental.

Lavando roupa Decidi lavar as roupas. No tanque mesmo, como antigamente! Sozinha em minha lavanderia, inevitavelmente as “pendências” emocionais surgiram e foi impossível expulsá-las. Pensei na saudade que sinto dos meus pais, irmãos, amigos e na última vez em que os vi. Lembrei do meu irmão me alertando pelo MSN que o nosso pai não anda bem de saúde... Pensei em muitas coisas do meu passado e meio que intuitivamente senti uma dor forte no peito, uma saudade fora do normal. Será que o meu “mestre interior” está me alertando de algo? Por mais que eu quisesse apenas lavar as roupas, as lembranças de um passado triste não me deixavam. Estava no lugar certo: lavanderia! Juntamente com as roupas eu lavava também (com lágrimas) a minha alma saudosa, o meu coração aflito...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

A Inteligência Espiritual

Encerrando, ou quem sabe começando, os estudos do Dr. Augusto Cury, apresento a última lei que ele nos sugere para que possamos ser felizes. Você, ao lê-las, pode achar que já sabia de todas, mas a questão é: você as coloca em prática no seu dia-a-dia? Viver, sem dúvida alguma, é uma grande busca de conhecimentos e entendimentos; a consciência de que somos parte de um projeto divino maior do que a nossa própria razão. Espero que após ler e compreender cada uma das dez leis, você consiga dar um passo importante para transformar a sua vida. Permita que a felicidade faça parte dela. Não precisa buscar razões que justifiquem erros, fracassos ou insucesso. Tenha como objetivo, construir uma pessoa segura e livre de medos ou receios de sua capacidade. Acredite em você e utilize essas maravilhosas ferramentas que estão ao seu dispor, bem dentro de você, só esperando que você as use.
10ª LEI: INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL
“Os maiores enganos do universo se escondem dentro de cada ser humano...”

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Os Homens Também Amam e Sofrem por Amor

No campo de batalha Mulher X Homem, não é novidade que o amor e a sensibilidade sejam os itens mais discutidos. As mulheres (o dito sexo frágil) bradam pelos quatro cantos do mundo o direito a esses sentimentos como característicos, primordialmente, femininos. Aí, escuto a Ana Carolina cantando: “... Quem de nós dois, vai dizer que é impossível o amor acontecer...” E eu diria: qualquer um dos dois!
Amar não é mérito apenas das mulheres! Sofrer por amor, menos ainda! Parece que ficou convencionado que esse papel, quase que de mártir, nos foi designado. E na verdade não é bem assim!

domingo, 2 de maio de 2010

Comande a Sua Vida

9ª LEI: SER EMPREENDEDOR
Livro Dez Leis para Ser Feliz
“Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, mas uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros...”
Ser um empreendedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitude que ninguém tomou. É ter a consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. É não esperar uma herança, mas construir uma história... Quantos projetos você deixou para trás? Quantas vezes seus temores bloquearam seus sonhos? Ser um empreendedor não é esperar a felicidade acontecer, mas conquistá-la.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!