quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Qualquer...



Mais um ano que acaba e outro que começa... É assim o ciclo de uma vida que é composta por segundos que se tornam minutos, que se tornam horas; de horas que viram dias; dias que completam meses que concluem o ciclo de um ano... Uma verdadeira engrenagem em funcionamento ininterrupto para que tenhamos chances de fazer com que a vida aconteça!
Por mais que queiramos, não adianta entregarmos nossas expectativas nas “mãos” de um Ano Novo porque não é dessa forma simplista que as coisas acontecem ou se resolvem. É preciso atitude e disposição para a vida; vontade e, sobretudo, coragem para enfrentar os desafios que nos são propostos! Somente assim damos sentido ao novo, quando abrimos a mente e as portas do coração para receber o futuro. Quando nos desprendemos do passado e vivemos intensamente o presente.

Se tentarmos contabilizar a vida baseados no ano que se finda, naturalmente pesaremos as dificuldades enfrentadas como lamento e não como lições. Esqueceremos os bons momentos vividos porque talvez eles representem segundos que, somados, não cheguem a minutos... Desta forma justificamos a despedida do velho ano e a expectativa do novo. Parece boa essa sensação de alívio, como se pudéssemos deixar para trás todos os problemas... Mas não funciona assim!
Essa imensa engrenagem que compõe a vida nos permite movimento. Ela nos dá opções de ir e vir, fazer, acontecer, solucionar e resolver o que quisermos! Podemos manter a conformidade e aceitarmos passivamente todos os obstáculos, mas qual seria, então, o significado do livre arbítrio? Onde ficaria a liberdade?
Portanto, a minha humilde mensagem para este final e começo de anos, é que cada um de nós preserve o espírito e a alma jovens, a mente aberta e lúcida, e o coração forte, saudável e generoso. Olhos atentos e percepção apurada contra as muitas armadilhas espalhadas pelos caminhos da vida, sem precisarmos temer o inesperado ou enfraquecer diante às dificuldades, porque elas estarão presentes em muitos momentos. Que saibamos fazer nossas escolhas e aceitar as suas consequências sem precisar encontrar culpados ou declarar guerra contra o mundo. Liberdade!!! Que esse seja o nosso lema, para que possamos aproveitar cada segundo, minuto, hora, dia, mês e ano com bravura e dignidade, sem nos entregarmos à derrota ou ao fracasso, mantendo, assim, essa engrenagem em funcionamento e a vida em constante movimento.
Feliz Ano Novo!


Jackie Freitas
“Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.”

Imagens retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!