domingo, 28 de julho de 2013

Vivendo Entre o Sonho e a Realidade

Tenho travado muitas batalhas e, sinceramente, não sei se luto em prol de alguma guerra, senão uma própria, pessoal e que diz respeito unicamente a mim. Tenho tentado mudar ou, pelo menos, partir de um ponto, meticulosamente reavaliado, a fim de concluir coisas que venho me negando a aceitar... Se eu disser que obtive alguma resposta, estarei mentindo; mas, se disser também que não consegui compreender nada, minto igualmente.
O fato é que quanto mais persisto nessa cruzada, mais distante fico dos meus sonhos, mas isso, com o passar do tempo, torna-se constatação de que a realidade está distante de qualquer sonho. Questiono os sonhos... Eles existem, mas às vezes é apenas um lugar seguro onde nos escondemos para atenuar a dor da vida que temos.

sábado, 30 de março de 2013

Medo X Coragem

O medo, muitas vezes, nos impede crescer. Por causa dele, deixamos de buscar oportunidades e conhecer os muitos e diferentes caminhos da vida.
Vivemos na idealizada segurança, mesmo que insatisfeitos, e não nos permitimos olhar além dos muros que o medo constrói em nossa volta. Mas, chega um momento que precisamos avançar e fazer da coragem a nossa principal arma de sobrevivência.
Não acredito que a vida seja complicada... Tenho, cada vez mais, certeza de que a sua simplicidade é que nos desafia a enxergar o obvio e ao mesmo tempo bloqueia a nossa visão, prendendo-nos na comodidade e transformando o medo em barreiras gigantescas para as novas descobertas.

domingo, 3 de março de 2013

Sobre Perdas e Ganhos...

Sofremos perdas por toda a vida. Dolorosas, insignificantes, grandiosas, insubstituíveis, irreversíveis, inesquecíveis... Há perdas por todos os lados e não estamos preparados para lidar com elas!
A cada perda, velhas perguntas ressurgem e questionamos sobre justiça e merecimento com o amargor da impotência e frustração. Lutamos por conquistas e vitórias, planejando uma vida perfeita, onde as perdas não têm espaço. Mas elas existem e nos rondam o tempo todo com a difícil missão de lembrar-nos da importância de vivermos intensamente cada momento de nossas vidas e, acima de tudo, com gratidão pelo que temos.
Infelizmente só valorizamos as conquistas quando as perdemos. Entretanto, a boa notícia é que algumas perdas nos trazem de volta a consciência sobre a grandeza da vida e nos devolvem a visão 360 graus, capaz de nos mostrar tudo e todos que nos cercam...

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

De Algum Modo…

De algum modo, por pior que estejamos, sobrevivemos...
De algum modo, criamos forças e atravessamos nossas crises; as vencemos, tornamo-las lembranças e criamos referências...
De algum modo, uma força inexplicável toma conta de nós e faz com andemos com os olhos em linha reta, vislumbrando um horizonte de esperança. Não abaixamos nossas cabeças para olhar o chão que pisamos... Apenas seguimos em frente...
De algum modo a vida se encarrega de acertar as arestas e nos colocar onde devemos estar... Nestes momentos, mesmo cegos, somos simplesmente guiados...
De algum modo, o passado passa... As lembranças não causam mais sofrimentos e até nos trazem algum alento...
De algum modo transformamos as cinzas e nos reconstruímos, porque precisamos continuar... Mais fortes e crentes de que algo maior (e melhor) nos fora reservado.
Talvez não precisemos de explicações para tudo, porque simplesmente não há! Precisamos, sim, de serenidade e humildade para compreender de que o pouco que sabemos já nos é suficiente para prosseguir...
De algum modo, um dia, todos nós viraremos cinzas, pó, grão ou que for...
As palavras se tornam desnecessárias... As silenciosas preces bastam!
Jackie Freitas
O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.

*Imagens retiradas do Google Imagens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!