sábado, 31 de julho de 2010

Meus Amigos Escritores

O Dia do Amigo (20/07) já passou. Assim como as mães, os pais, namorados, crianças; o amigo também tem o seu dia. Li muitas mensagens sobre o dia e sobre a importância do amigo em nossa vida.
Por que eu resolvi escrever somente hoje? Bem, talvez porque como meu marido diz, eu gosto de ir na contramão ou talvez por acreditar que não há um dia específico para dizer aos amigos a importância deles em nossa vida.
O que faz com que uma pessoa seja especial em nossa vida? Enxergar a todos como humanos, por princípio deve ser um ato comum, portanto uma razão. Porém conseguir identificar dentro de cada pessoa as suas diferenças e tratá-las com o devido respeito, ainda é raro. Uma pessoa especial é aquela que, mesmo com os seus defeitos, consegue acrescentar algum tipo de riqueza na vida dos outros. Por isso, os amigos são especiais e são igualmente fontes inesgotáveis de riqueza.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Ser Importante ou Necessário?

Hoje o meu marido me ligou para dizer que estava com saudades. Fiquei emocionada, pois é muito bom saber que somos importantes na vida de alguém e, no meu caso, 13 anos casada  ainda consigo viver esses momentos de agradáveis surpresas e muita sensibilidade.
Pensei na publicação anterior onde fala “... ajamos de modo que aqueles a quem amamos, sintam-se amados mais do que saibam-se amados.”. E meu marido consegue isso. Sinto-me verdadeiramente amada e importante em sua vida!
Após desligar o telefone, fiquei pensando sobre essa relação importância X necessidade. O que de fato importa: ser importante ou ser necessário? Dizer que alguém é necessário em sua vida é uma grande responsabilidade que você passa à pessoa. No meu ver, necessário é o ar que respiramos, a água que bebemos, o alimento e todas as coisas que fazem com que a vida não acabe.

sábado, 24 de julho de 2010

As Perdas do Ser Humano

Há horas em nossa vida que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido.
Ao nascer, perdemos o aconchego, a segurança e a proteção do útero. Estamos, a partir de então, por nossa conta. Sozinhos.
Começamos a vida em perda e nela continuamos.
Paradoxalmente, no momento em que perdemos algo, outras possibilidades nos surgem. Ao perdermos o aconchego do útero, ganhamos os braços do mundo. Ele nos acolhe: nos encanta e nos assusta, nos eleva e nos destrói. E continuamos a perder e seguimos a ganhar.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O Que Te Faz Feliz?

sorriso Diariamente podemos encontrar várias razões para ser feliz! A vida nos abençoa em cada amanhecer e se não conseguirmos encontrar felicidade nisso, o mínimo a fazer é apenas agradecer. Agradecer pelo Sol que nos aquece, pela água que bebemos, o alimento que temos, a casa para morar, a roupa... poder enxergar, ouvir, falar, andar...respirar... Agradecer pelos sentidos como o melhor presente de Deus, afinal somos seres abençoados!
Se quisermos, encontraremos inúmeras razões para não ser feliz e apenas uma para ser, então a pergunta é: O que te faz feliz?

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Construindo o Presente …Aprendendo com o Passado

Existe um lugar em nossa imaginação ou em nosso coração que sustenta a razão do viver. Neste lugar não há maldades ou injustiças, discórdia, tempo ruim, solidão, angústia e tristeza. É um espaço escondido entre os escombros da vida, onde as lembranças só resgatam aquilo que nos faz bem.
Poderíamos chamar de ilusão, mas é apenas o nosso desejo pedindo permissão para que a vida ganhe sorrisos e encantos, cores e flores... Para que encontremos um pouco de paz, afinal isso é tudo o que queremos.
Passamos boa parte da vida sonhando com o que queremos construir e nem nos damos conta de que deixamos, muitas vezes, de viabilizar esses projetos por falta de fé e crença em nossa capacidade. Projetamos um futuro, uma carreira, um lar, uma família, mas esquecemos que enquanto sonhamos, muitas vezes, deixamos de colocar os tijolos para que esta obra ganhe vida e forma. Qual é o sonho mais próximo que a sua memória consegue resgatar? Qual é o seu maior desejo? De qual projeto você se recorda?

sexta-feira, 16 de julho de 2010

A Vida Como Presente!

Hoje é o meu aniversário!
Este não é um momento de autopromoção, mas um meio que encontrei para agradecer a Deus por todas as minhas conquistas e vitórias, pelas experiências que tive na vida.
Somos Abençoados Estou completando 41 anos de uma vida que me ofereceu em seu cardápio diversos sabores; alguns doces, outros amargos, de temperos variados. A oportunidade de chegar até aqui, me faz neste momento ser a pessoa mais feliz do mundo!
Enquanto todos celebram a passagem do ano como um momento de revisão de valores, de novas promessas, objetivos, metas; quando acreditam iniciar um novo ano, tenho essa visão em meu aniversário, afinal para mim, neste dia é que o ano, de fato, começa! Meu cronômetro começou a contar no momento em que nasci.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Banho de Lágrimas

Quando eu era pequena, acreditava que as lágrimas lavavam a alma, existiam para irrigar o rosto e faziam nascer o sorriso. Um pensamento poético e inocente que me acompanhou e me fez não temer o choro. Nunca fui uma pessoa “chorona”, mas também nunca reprimi minhas lágrimas, fossem elas de alegria, emoção ou tristeza.
Vejo pessoas monitorando os sentimentos. Envergonham-se em demonstrar o choro, as lágrimas e a emoção. Pensam que isso as enfraquece ou prova que são “duras” e que, essa dureza, as torna mais respeitáveis.
Todos nós somos fracos e sensíveis. E que mal há nisso? Temos pontos vulneráveis, temos nossos limites e quando eles são ultrapassados, qual o problema em extravasá-los através das lágrimas?

sábado, 10 de julho de 2010

A Fênix de Cada Pessoa

Este texto (de minha autoria) foi publicado na coluna Papo Calcinha. Meu marido achou que é a “cara” do blog e que mereceria estar aqui para que os meus leitores pudessem vê-lo também. Então, atendendo ao pedido do meu amor, decidi publicá-lo e espero que gostem.
A Fênix, segundo a mitologia, era uma ave belíssima, de penas brilhantes e douradas, com uma força incrível, capaz de carregar em seus vôos, cargas pesadas. Quando morria, entrava em autocombustão e, tempos depois, renascia das próprias cinzas, ainda mais bela e forte!
fênix Em nossa vida, não somos diferentes! Todos nós passamos por grandes problemas e alguns deles desafiam até a própria fé. Mas, de uma forma ou outra, conseguimos superá-los e dar a volta por cima.
Não adianta sentar e lamentar pelos problemas. Conformarmos não nos torna fortes e tampouco nos faz realistas. O que nos fortalece nesses desafios é a atitude, a forma de encarar a situação de frente. Somos grandiosos se assim acreditarmos. Essa fé é que nos dará energias para superarmos qualquer obstáculo.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Solidão – Amiga ou Inimiga?

As pessoas quando não falam sobre o amor, falam sobre a solidão. Como se um fosse oposto ou inimigo do outro! Na verdade, solidão nem sempre tem a ver com estar sozinho, sem alguém para amar. Da mesma forma que amando não significa que não se possa estar só.
Tudo é uma questão de ótica ou do que o momento exige.
Estar só pode ser uma condição necessária para reavaliações, para descobertas ou redescobertas, um momento especial que temos para conversar com o nosso interior. E ele é tão saudável quanto estar vivendo na euforia da paixão ou felicidade. Isolar-se pode ser uma excelente estratégia para redefinir uma conduta, um caminho a ser trilhado. É pedir um tempo ao mundo para assimilar tudo o que nos acontece em volta.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!