sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Saber Conviver… Saber Viver

Somos surpreendidos a todo instante... A vida é uma caixa de surpresas e nos proporciona tantas dádivas! Por mais que acreditemos no infortúnio ou na má sorte; ainda temos um saldo positivo a ser comemorado.
Não acredito em conspirações malignas! Não creio que o universo, em sua imensidão e beleza, despenda do valioso tempo para articular o mal contra nós. Penso que tudo o que recebemos faz parte de uma troca... Somos a causa e o efeito, e colhemos o que plantamos. Mesmo quando os frutos demoram a aparecer... eles aparecem! Então, se semeamos coisas boas, os bons frutos resultantes de nossos esforços aparecerão... E o inverso também acontece! Com o diferencial de que as más energias se propagam em outra velocidade, ou seja, a colheita da prática do mal chega rapidamente!

Desanimar talvez faça parte do teste de resistência que a vida nos coloca, mas não estamos aqui para fracassar e entregar os pontos! Estamos sempre em prova, mostrando aos outros e principalmente a nós mesmos que somos capazes de superar os desafios e nossos limites. Quantas vezes, exaustos, pensamos em desistir, acreditando que nada mais de bom acontecerá? Quantas vezes pensamos em chorar, desamparados e fragilizados, certos de que só nos restaram as lágrimas como consolo?
Muitas vezes somos obrigados a seguir por outro caminho e buscar uma rota nova, provavelmente de fuga e desespero, mas que não representa o fim e nem nos sentencia ao “corredor da morte”... Caminhos novos trazem perspectivas e possibilidades. Se mantivermos a esperança e a fé vivas, acreditando que todos os dias somos preparados para novos acontecimentos e olhando aos desafios como oportunidades para boas descobertas; comprovaremos o quão surpreendente e abençoada é a vida. É preciso saber viver!
Saber viver é saber conviver... E conviver exige um olhar diferenciado a tudo e todos, sem preconceitos ou indisposições. Um olhar curioso, investigativo e, acima de tudo, receptivo para que as surpresas nos atinjam em sua totalidade. Questionamos a vida, desconfiando de suas intenções e propósitos; rotulamos as pessoas, julgando-as e excluindo-as antes mesmo de dar-lhes a chance de mostrarem suas qualidades. Focamos nossa visão nos defeitos porque nos condicionamos a esperar o pior de tudo e todos, embora queiramos ser surpreendidos por ações e acontecimentos que reflitam a utopia do mundo perfeito e de pessoas perfeitas. Mas, esquecemos (ou não queremos aceitar) que o “pacote” das surpresas não é composto somente pelas coisas magníficas... Conviver é degustar do bom e ruim, partilhar do muito e do pouco de cada um... É encontrar complementos, certezas, dúvidas e respostas...
Contudo, só encontraremos nossos caminhos se permitirmos que a vida nos mostre todas as possibilidades e as olharmos com interesse, sem nos cercarmos de muros e defesas! As surpresas nascem dessa iniciativa. Repito: saber viver é saber conviver... Conviver exige respeito ao próximo, com seus defeitos e qualidades; compartilhar experiências e estar receptivo a todas as informações. Assim, viver é saber que pouco se sabe... E é esse paradoxo que nos torna sábios! Quando assumimos a humildade para expandir nossas visões e conhecimentos, praticamos a lição do convívio e aprendemos a viver melhor. Deixamos de esperar demais dos outros e exigimos menos de nós. Simplesmente deixamos a vida fluir para que ela nos surpreenda!
De um modo ou outro somos surpreendidos diariamente. Algo novo sempre acontece! Depende de que forma concebemos as surpresas. E a vida é feita de momentos memoráveis, surpreendentes e repletos de aprendizado. Nada pode ser descartado! Não existem momentos sem pessoas... É essa junção que resulta nas fantásticas experiências da vida! Em todos os momentos temos pessoas compartilhando, aprendendo, ensinando, interagindo e surpreendendo... Basta permitirmos e darmos chances... a nós, a elas e à vida. É necessário... Essencial... Vital...
É preciso saber conviver! É preciso saber viver!
Jackie Freitas
“A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!”
*Imagens retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!