terça-feira, 29 de janeiro de 2013

De Algum Modo…

De algum modo, por pior que estejamos, sobrevivemos...
De algum modo, criamos forças e atravessamos nossas crises; as vencemos, tornamo-las lembranças e criamos referências...
De algum modo, uma força inexplicável toma conta de nós e faz com andemos com os olhos em linha reta, vislumbrando um horizonte de esperança. Não abaixamos nossas cabeças para olhar o chão que pisamos... Apenas seguimos em frente...
De algum modo a vida se encarrega de acertar as arestas e nos colocar onde devemos estar... Nestes momentos, mesmo cegos, somos simplesmente guiados...
De algum modo, o passado passa... As lembranças não causam mais sofrimentos e até nos trazem algum alento...
De algum modo transformamos as cinzas e nos reconstruímos, porque precisamos continuar... Mais fortes e crentes de que algo maior (e melhor) nos fora reservado.
Talvez não precisemos de explicações para tudo, porque simplesmente não há! Precisamos, sim, de serenidade e humildade para compreender de que o pouco que sabemos já nos é suficiente para prosseguir...
De algum modo, um dia, todos nós viraremos cinzas, pó, grão ou que for...
As palavras se tornam desnecessárias... As silenciosas preces bastam!
Jackie Freitas
O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.

*Imagens retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!