segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

O Meio, Fim e Recomeço… Obrigada Curitiba!

Hoje quero compartilhar o meu pensamento e agradecimento...
Quantas vezes não nos pegamos em retrospectivas, avaliando atos e decisões que deram um rumo diferente em nossa vida? E quantas, dessas vezes, não pensamos em poder voltar ao passado e termos a chance de fazer tudo diferente? Um recomeço ou uma segunda chance, são desejos que temos quando olhamos para trás e sentimos que algo melhor poderia (e deveria) ser feito, mas que no ímpeto de nossa ansiedade, seguimos por um caminho oposto ao que realmente queríamos... Podemos amargar no inferno ou apenas vivermos no paraíso das conseqüências de nossas decisões.
Eu posso falar por mim e sei o que é oscilar entre esses dois mundos. Entretanto, graças a Deus, sempre fui abençoada com oportunidades de recomeços. Modificar o passado nunca me pareceu idéia viável, mas tê-lo como referência para meu próprio crescimento, sim. E é assim que quero fazer o meu agradecimento...
Quando me mudei para Curitiba, fugia de um passado. Na verdade fugia de mim, pois eu era a minha maior inimiga. Virava as costas não apenas para as oportunidades, mas para a minha própria vida, que sempre insistia em ser generosa e eu a desperdiçava como se os anos, as bênçãos ou Deus me protegeriam para sempre. Mas, ao contrário de tudo, o que eu fazia era apenas entrar num caminho que parecia nunca mais ter volta. Então, o poder do aQuebra-cabeçasmor, grande transformador, me resgatou do inferno e me ofereceu uma nova chance de reconstruir o que ainda restava de mim. Juntei meus pedaços em Curitiba!  Encontrei-me novamente em Curitiba. Olhei, pela primeira vez, para a minha família, em Curitiba. Sofri a dor de me superar e a glória de vencer... em Curitiba!
Engraçado como às vezes precisamos estar longe de tudo que nos constituiu para percebermos que somos diferente daquilo que acreditávamos ser. Talvez vivamos tentando provar que somos exatamente o contrário do que somos de verdade! Por alguma razão, passamos anos sentindo vergonha de expor esse admirável ser que renasce quando temos a oportunidade de encará-lo, sem medos e culpas. Curitiba fez esse milagre em mim!
Estou voltando para a minha terra, indo ao reencontro do meu passado. Estou mais forte e lúcida e, tenho certeza, que irei olhar o inferno de perto, mas saberei agradecê-lo pelas referências que me deu. Tudo na vida tem as suas compensações e até mesmo na dor conseguimos enxergar certa beleza. Tudo o que fui não me parece hoje um grande erro... Parece-me um acaso despropositado ou alguma coisa que dê sentido à expressão: “Deus escreve certo por linhas tortas”... Não importa! O que eu sei é que hoje sou exatamente a pessoa que sempre fui e não mais aquela que queria que os outros achassem que eu era!
Curitiba é uma cidade fria e me fez recolher-me dentro de mim para poder renascer! Curitiba é uma cidade fria, mas tem propriedades que curam a alma humana.
Em São Paulo nasci, mas foi em Curitiba que renasci... Foi aqui que a Fênix se apresentou para mim e é com as suas asas que voarei de volta para casa... Mais forte e curada!
Obrigada a essa cidade que me mostrou em meses o que não enxerguei a vida inteira!
Jackie Freitas
“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”
*Imagens retiradas do Google Imagens, exceto a dos meus filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!