terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O Ano Novo Somos Nós… Renovados!

Quando perguntada sobre os maiores obstáculos que tivera que superar na vida, uma famosa atriz respondeu que preferia manter em sua lembrança não os obstáculos em si, mas os seus frutos: aprendizado, superação, vitórias e conquistas...
Não tinha ainda em minha mente uma mensagem de final de ano formatada, mas após assistir a essa entrevista, enchi-me de coragem e inspiração para fazer um pedido e, espero que ele sirva como reflexão e estímulo para todos.
Ao longo de nossas vidas vamos somando fracassos e erros, fazendo, muitas vezes, com que eles se tornem orientadores de nossos passos inversos e até mesmo que sejam porta-vozes de quem somos. Por que digo passos inversos?

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Nunca Diga Nunca!

Quando se atravessa os portais da pretensa invencibilidade, deixamos para trás nossas fragilidades e passamos a crer que possuímos todo o poder da sabedoria inabalável, que jamais precisará ser revista ou aprimorada. Mesmo que iludidos pelo próprio ego, sentimo-nos semideuses brincando com os comandos de uma vida que é nossa, mas cujo “destino” independe apenas de nossa vontade.
Um dos perigos de se cruzar tais portais é o de trancá-los com as chaves definitivas e conclusivas do “nunca” ou “para sempre”!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Agradecimentos Fraternos

A todos que fazem parte da minha vida ou que apenas passaram por ela; a todos que mantiveram os seus pensamentos elevados e preservaram a fé, a todos que não desistiram de suas lutas, que atravessaram desertos, venceram tormentas, curaram feridas profundas... A todos que enxergaram luz através de uma pequena fresta, que encontraram fôlego quando pareciam sufocar... Aos que prosseguiram na longa estrada, mesmo quando os passos se enfraqueciam; que morreram e renasceram...
A todos vocês, minha reverência e agradecimento!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Adeus Morte!

Despedidas são sempre complicadas, principalmente quando se trata de morte... Mas não para mim... Não neste caso...
Ontem eu fui a um velório. Não havia uma lágrima sequer contrastando o sorrateiro sorriso que o meu rosto exibia. Aliás, lágrimas não cabiam naquele momento... O que pude sentir foi um alívio, um sabor indescritível obtido através de uma espécie de libertação. Aquela vida que partia dava lugar à outra, cheia de esperanças e expectativas, ansiosa por descobrir o que há por detrás da grande cortina com infinitas possibilidades diante de si.
Hoje fui ao seu enterro... A marcha fúnebre pedia passos lentos, entretanto os meus aceleravam na medida em que o tempo me aproximava da promessa de uma nova fase. Levei flores para que o frescor da vida substituísse o cheiro da morte. Foi um gesto de agradecimento!

domingo, 27 de novembro de 2011

Errando, Aprendendo, Acertando… Vivendo!

Cheguei à conclusão de que passamos mais tempo contabilizando erros do que reconhecendo os acertos. Já escrevi muito sobre escolhas, decisões e conseqüências, mas esse assunto é tão recorrente que não consigo deixar de abordá-lo. Para mim fica cada vez mais claro que colecionamos como troféus os erros cometidos, fazendo com que eles sejam as maiores justificativas da vida.
Se estivermos bem, os acertos passam despercebidos e quase são irrelevantes; enquanto, se estamos mal, os erros ganham um peso imensurável.

domingo, 13 de novembro de 2011

Encontros, Desencontros e Reencontro…

Por mais que estejamos certos de quem somos, há vezes em que nos perdemos totalmente e saímos em busca de nossa própria identidade.
É certo que estamos sempre renovando através do aprendizado, mas há também vezes em que retrocedemos e tornamos ainda mais longo o caminho trilhado. Por mais que saibamos quem e como devemos ser, perdemos o rumo...
Encontros e desencontros fazem parte da vida e, talvez, os maiores desvios desse percurso sejam aqueles que nos fazem distanciar de nós mesmos. Muitas vezes sabemos que determinado rumo nos levará a lugares já visitados (e não apreciados por nós), mas mesmo assim insistimos, através da teimosia, em olhá-los novamente. Não é a vida que nos testa, somos nós que nos desafiamos constantemente pela teimosia. Não queremos provar nada a

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Satisfações Sem Explicações…

Somos mestres do “achômetro”, mas nem sempre sabemos como utilizar a dose certa do “desconfiômetro”. Achamos muitas coisas a respeito dos outros e até de nós mesmos, queremos adivinhar os pensamentos das pessoas, suas intenções e impressões, mas na maior parte das vezes estamos vigilantes sobre o que elas pensam de nós e quais são as impressões que causamos a elas. Criamos uma espécie de dependência e parece que nos norteamos apenas baseados nas opiniões alheias. Somos, na maior parte das vezes, reféns de hábitos que criamos e aí passamos a culpar aos outros por isso!

sábado, 15 de outubro de 2011

O Começo para o Recomeço

Dia desses, vi uma chamada na TV que dizia: “Quando pensamos que a vida chegou ao fim, ela está apenas recomeçando...” E é assim que começarei a minha chamada para o resgate da autoestima, do amor e da vida!
Não existe vida sem problemas, sofrimentos ou tristezas... Talvez para nós, eternos descontentes e insatisfeitos, se ela fosse composta apenas de momentos suaves e tranquilos; exigiríamos dela ação e movimento, desafios e riscos. E é isso que ela, na sua complexidade, nos oferece diariamente. Nem todos estão preparados para enxergar a sua face dura e transpor as inúmeras barreiras que surgem. Cada um reage conforme a capacidade própria de enfrentar ou fugir dos problemas. Fuga, com certeza, não é uma boa opção!

sábado, 8 de outubro de 2011

Vida Abreviada

Esses dias, bem perto do trabalho do meu marido, uma mulher se jogou do alto de uma ponte e morreu... Conversando aqui em casa, tentávamos entender as razões que levam uma pessoa a interromper a sua passagem (que já é curta) nesta vida e continuamos com as muitas interrogações inundando os nossos pensamentos. Por mais que tenhamos nossas respostas e razões para nos mantermos firmes e resistentes na vida, há quem pense e aja de formas contrárias. Dizer que são fracas nos parece o melhor modo de defini-las, mas é preciso ter cautela nos julgamentos...

domingo, 2 de outubro de 2011

Escolhas e Decisões

Desde que nos levantamos, fazemos escolhas. Da roupa que iremos vestir ou o que comer no café da manhã, almoço jantar; até as prioridades de nossas ações... A cada instante fazemos escolhas e tomamos decisões! É como se estivéssemos numa estrada e a todo o momento surgissem bifurcações indicando os muitos caminhos a serem escolhidos.
Isso mostra que o poder da decisão e escolha está sempre conosco e não com os outros. Do mesmo modo, cabe a nós escolher como enfrentar a vida: com valentia e sabedoria ou com medo e displicência.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Errar é Humano; Persistir nos Erros, Não!

Tenho observado muitas pessoas andando de cabeça baixa e ombros caídos, com semblantes cansados e preocupados, em busca de uma luz no final do túnel... Percebo que boa parte delas carrega nos ombros o fardo dos erros cometidos e se culpam, lamentam, se condenam e se torturam...
Sabemos que errar faz parte e, particularmente, penso que na maioria das vezes os erros são tentativas de acertos, mas há diferentes formas de se lidar com eles.
Há uma grande diferença entre reconhecer um erro e conformar-se com ele!

domingo, 25 de setembro de 2011

Mentira ou Verdade?

A mentira não é a ausência da verdade... E a maior verdade existente na mentira é aquela que desnuda a face e a consciência de quem mente.
Mentira é uma manipulação arbitrária e egoística, onde histórias são recriadas para beneficiar uma única pessoa: o mentiroso.
De modo simples pensamos que não existem razões para mentir e que a verdade sempre será capaz de corrigir erros, desfazer enganos e preservar os princípios... Mas onde ficam os princípios quando as pessoas mentem por quaisquer razões ou até mesmo para protegerem-se de si mesmas?

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Onze de Setembro

Onze de Setembro, há 10 anos, nunca mais foi o mesmo! E, na verdade, se considerarmos que nenhum dia é igual ao outro, desde sempre, onze de Setembro nunca foi o mesmo...
Para o mundo esse é um dia de relembrar uma tragédia, mas, para mim, é mais um daqueles dias especiais, de celebrações e agradecimentos... O mundo chora pelas perdas e eu o comemoro pelo nascimento, amor e vida!
Enquanto muitos ainda tentam vasculhar escombros e remexer em memórias dolorosas, eu agradeço pelo processo da vida: nascimento e morte, pois é assim que ela se constitui. Estamos longe de compreender a morte e acho que enquanto buscamos explicações para as perdas, deveríamos agradecer por tudo o que temos intacto... E esse é um caminho imenso que se desponta diante de nossos olhos, diariamente.

domingo, 4 de setembro de 2011

Nada Dura Para Sempre

Pra quê querer que as coisas durem para sempre se nós mesmos não duramos? Vinicius de Moraes, quase como numa prece, falou do amor eternizado no coração e nas lembranças em seu Soneto de Fidelidade. Quem não conhece a célebre frase: “... que seja infinito enquanto dure.”? Pois bem, eternizamos enquanto existimos, enquanto lembramos, enquanto temos o carinho de manter conosco tudo aquilo que nos fez e faz bem! Também é verdadeiro que muitos carregam para sempre dentro de si o que não fez bem e se encarregam de manter vivo na lembrança o sofrimento e, assim, padecem lentamente...
Se não temos a poção da imortalidade, por que não manter no coração as boas lembranças, fazendo com que cada minuto da existência seja motivo de celebração e agradecimento?

terça-feira, 30 de agosto de 2011

O Bastante Nunca Basta

Que somos seres insatisfeitos permanente e constantemente não se discute! Volta e meia caímos nessa reflexão!
Traçamos metas, estabelecemos objetivos na vida, mas sempre estamos em busca de algo mais... O bastante nunca basta! Por um lado é desafiador ultrapassar os limites, testar nossa capacidade, buscar mais conhecimentos e aprendizado; mas, por outro, essa busca pode nos fazer andar em círculos ou até mesmo destruir aquilo que construímos...
Enquanto o nosso copo não transborda, não percebemos que a água que ali havia era suficiente para matar a nossa sede e não é raro enxergarmos que o que tínhamos era valioso e suficiente, somente quando as perdas chegam.

domingo, 21 de agosto de 2011

Assumindo o Comando da Vida

Desde crianças lutamos pelo comando de nossas vidas. Queremos autonomia e poder para fazermos nossas escolhas e tomarmos as decisões que envolvem nosso futuro. A tão almejada “independência” faz com que sejamos persistentes e, em muitos casos, antecipa uma “maturidade” que futuramente pode vir a se tornar problemática.
O curioso é que quanto mais crescemos, mais distantes ficamos do leme que conduz nossas vidas porque acabamos dando muito mais valor às outras vidas do que às nossas...
Por mais que nos orgulhe a precocidade da maturidade, um dia percebemos que tudo aquilo que não passa pelo processo natural do aprendizado, acaba gerando consequências e, então, quando pensamos em comandar a própria vida, vemos que não estamos devidamente preparados para isso...

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Uma Festa Especial – Vida

Que floresçam os jardins da vida! Que os cantos dos pássaros ecoem suas melodias nos corações tristes. Que as luzes do Sol iluminem as mentes de pouca fé!
Nosso solo é fértil e só precisamos de amor e paciência como adubo. A grande maioria diz que viver é difícil, como se a vida fosse uma missão imposta, onde sobreviventes precisam manter suas feridas abertas para que lembrem suas batalhas e, assim, tornem-se heróis de suas histórias! Eu acredito que o difícil não seja o viver, mas o devastador abandono de si mesmo em vida. E aí, a nossa maior tarefa (e essa sim é árdua e cansativa) se torne o ressuscitar da alma e dos sentimentos...

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Renovação e Renascimento

Quase sempre escrevo sobre renovação e renascimento porque acredito, e é comprovado, que temos condições para isso! Tudo, sem dúvida alguma, está diretamente ligado com a predisposição de enxergarmos a nossa própria vida de modo inovador, onde as coisas são realizáveis e não imaginárias. A mente e seu poder agem construtivamente, se assim quisermos.
Muitas vezes é preciso que as peças sejam desmontadas ou reconfiguradas para que tenhamos um novo panorama. Queremos ser pessoas novas sempre, mas não abrimos mão do pesado histórico que carregamos. E creio que esse seja um dos empecilhos para a nossa reconstrução. Numa analogia bem simples, vejo isso tal qual ao nosso guarda-roupa. Adquirimos

domingo, 31 de julho de 2011

Como Nascem as Amizades?

“Este post é dedicado à minha querida amiga, menina baiana, Eninha Campos, que recebeu a mim e à minha família durante nossas férias em Salvador, com muito amor e carinho. Querida, muito obrigada pela calorosa acolhida e pelos maravilhosos momentos. Somente um coração nobre e generoso como o seu, seria capaz de nos oferecer esse grande mimo! Sentimo-nos verdadeiramente em casa! Ultrapassamos as barreiras virtuais!”.
Vou começar esse texto contradizendo o ditado popular “O que os olhos não vêem o coração não sente” e provar que nem tudo precisa estar ao alcance dos olhos, mas fundamentalmente muito próximo ao coração! Sim, o coração pode sentir o que os olhos não vêem!

domingo, 24 de julho de 2011

Lar Itinerante

Eu adoro a minha casa, as minhas coisas, o meu canto... Cada peça representa um pouco de mim ou alguma passagem de minha história! Sinto-me segura e confortável em meu lar!
Nesses dias, em férias, longe da minha casa e dormindo numa cama que não é minha, percebi que apesar da enorme saudade que sinto, encontro-me bem e em paz! E isso pode ser traduzido de um modo muito simples: não são as coisas ou pertences materiais que compõem um lar, mas sim a presença das pessoas que nos acompanham e tornam nossos dias melhores!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Coragem, amigos! Coragem!

Estou desfrutando de merecidas férias com a minha família! Hora de recarregar as energias, rever rotas e metas e, quem sabe, traçar um novo curso para a vida. Li um excelente texto publicado em uma revista de bordo e gostaria de compartilhar-lo com vocês.
Tenho pensado muito sobre a coragem que precisamos ter para assumirmos quem somos de fato, sem termos que nos esconder atrás dos conceitos e opiniões alheias. Não é uma tarefa fácil, garanto, mas com determinação somos capazes de nos olhar diante do espelho e descobrir uma pessoa muito melhor do que esta que insistimos em acreditar que não existe! Neste texto, a autora diz que “a vida que sonhamos ter depende da determinação de ser quem somos!”. Acredito veemente nisso!
Espero que apreciem a leitura e, assim como eu, reflitam sobre o assunto. Coragem, amigos! Coragem!
Um grande beijo e até breve!
Jackie Freitas

segunda-feira, 11 de julho de 2011

O que é Traição?

Tenho lido ultimamente muitos textos sobre traição. Nada intencional ou proposital, garanto, mas vejo ótimas análises, sob diferentes pontos de vista a respeito de um tema polêmico e que assombra muitas pessoas. Resolvi, então, escrever a minha visão sobre o assunto.
Antes de qualquer coisa é preciso que saibamos separar o joio do trigo. O que é traição? Segundo o dicionário Aurélio, traição é ato ou efeito de trair, ou seja; enganar, ser infiel, desleal... E tem, também, “não cumprir”! OK, todos concordamos com os seus significados, mas eu quero me ater ao: não cumprir.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Amigo Blogueiro d@ Semana–Joel Loureiro

A partir desta semana teremos novidades no Fênix! Vimos textos incríveis das queridas e admiráveis Amig@s Bogueiras e agora contaremos, também, com a participação masculina. Entre os muitos estereótipos, costumamos ouvir que os homens não sabem se expressar e que “sentimentalismo” é departamento feminino. Então, para mostrar o quanto os estereótipos enganam e que os pré-conceitos são péssimos formadores de opiniões, publicarei textos de notáveis Amigos Blogueiros que gentilmente aceitaram ao convite do Fênix e provam que os homens também têm muito a dizer e mostrar. E o melhor; com muito conteúdo!
Joel - fotoPara a estréia, atravessei o Oceano Atlântico e atraquei em Portugal para convidar um querido e talentoso amigo, escritor e pensador: Joel Loureiro. Dono de uma escrita inconfundível, personalidade marcante e uma mente, sem dúvida alguma, brilhante; o meu Amigo Blogueiro mantém o blog No Meu Mundo... e é lá que conhecemos os seus pensamentos e sentimentos que, particularmente, admiro muito! Convido a todos a conhecerem esse fantástico escritor e um pouco do mundo que habita nele. No Meu Mundo... ou no de todos nós, com vocês Joel Loureiro em:

Construção da identidade

quinta-feira, 30 de junho de 2011

O Inferno São os Outros?

Existe uma linha tênue que separa a razão da loucura, a verdade da mentira, a bondade da maldade, o amor do ódio... Essa linha imaginária que nos faz escolher o lado em que queremos estar se torna uma fronteira, convidando-nos a ultrapassá-la e viver na clandestinidade das nossas crenças.
Somos, todos, vulneráveis e estamos à mercê das tentações. De vez em quando cruzamos essa linha e passamos a conviver em penitência, tentando nos redimir daquilo que julgamos serem nossos maiores pecados. Sartre dizia que “o inferno são os outros” e talvez seja por isso que temos dificuldades em lidar com os julgamentos externos. Porque pensamos e agimos através dos outros, nos enxergamos através dos olhares que nos cercam. Mas o verdadeiro inferno

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Minha Morada

Quando penso que estou construindo um novo mundo, percebo que estou apenas me reconstruindo! Um pouco de alegria aqui, tristeza de lá, decepções e gratidão por muitas coisas... Os tijolos que permitem que essa obra inacabada ganhe forma, beleza e presença...
Não tenho a pretensão da majestade ou da opulência, tampouco de uma visão exagerada e faraônica... Desejo simplesmente uma boa morada, que satisfaça a minha simplicidade, que ofereça um lugar calmo e aprazível para recolher o meu cansaço e fortalecer as minhas energias... Um lugar de paz, onde possa repousar meus pensamentos.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Onde Estão as Chaves?

A cada fase difícil que passamos, esquecemos de agradecer pela vitória alcançada e nos fechamos em pensamento, revendo apenas a parte ruim da experiência. Entramos por uma porta e nos trancamos num cômodo escuro e vazio, tendo conosco as lembranças que nos fazem reviver a todo instante os sofrimentos passados. Colocamos as chaves num chaveiro e as esquecemos por um bom tempo... Enfrentamos o frio das emoções e deixamos que elas nos açoitem violentamente, como se precisássemos de algum tipo de punição. E, na verdade, não precisamos! Nem da aflição, nem da dor, nem do sofrimento e tampouco do açoite emocional.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Podemos Ser Muito Mais do que Isso!

Muitas pessoas se cansam na vida porque enxergam apenas o caminho a ser trilhado e quase sempre deixam de admirar a enorme beleza que há no trajeto. Quando estamos sobrecarregados de problemas, normalmente reduzimos os passos e passamos a contá-los para a próxima parada que nos permitirá descanso ou, talvez, o alívio dessa pesada mochila que carregamos. No contra ponto de uma vida corrida e alucinada, que nos impede de absorver os pequenos prazeres, os problemas nos fazem parar e reavaliar o que temos feito, inclusive no rumo dos nossos próprios passos.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Amiga Blogueir@ da Semana - Denielly Nascimento

Minha Amiga Blogueir@ da Semana é muito querida e especial! Denielly Nascimento ou Deny, como carinhosamente a chamamos, já me presenteou  com sua visita em minha casa, juntamente com seu marido, e quando a vi  pude confirmar todas as boas impressões que eu já tinha de sua pessoa: bonita, inteligente, meiga, alegre, carismática e de uma jovialidade incrível! Não me refiro apenas ao fato dela ser jovem em idade, mas por ter em si, naturalmente,  um espírito igualmente jovem, o que nos faz ficar encantados e contagiados! Em seu blog Rabiscos On Line, Deny  usa e abusa de seus pensamentos e sentimentos, transformando os seus “rabiscos” (como ela, modestamente, chama) em deliciosas leituras! Quando visitamos o seu blog percebemos que dentro dessa menina há uma grande mulher e que ambas vivem pacificamente, em harmonia, com essa metamorfose da vida. E agora ela vive mais uma emocionante experiência e transformação: a gravidez! Daqui a alguns meses, minha amiga querida terá um bebezinho e, tenho certeza, terá muito mais emoções para compartilhar conosco! Nossa identificação com Deny é instantânea, porque, no final,  o que ela quer é o que todos queremos nesta vida: amor, felicidade, paz e um belo lar… Convido a todos para visitá-la e fazer parte de sua história e de seus Rabiscos On Line! Com vocês, Denielly Nascimento em:
Diário de uma garota

domingo, 29 de maio de 2011

Eu Preciso Dizer que Te Amo!

Antes que o tempo acabe e os arrependimentos cheguem, há muitas coisas que podemos fazer e dizer...
Passamos horas absorvidos em problemas, muito mais dos outros (trabalho) do que nossos; envolvidos em buscas de soluções, desgastados por cobranças, competindo em um mundo onde, todos os dias, são eleitos campeões e líderes... Tudo é cíclico, passageiro e mutável.
Mas temos, em nosso próprio mundo, razões importantes para celebrarmos nossas próprias conquistas e bênçãos. As deixamos de lado porque acreditamos que poderemos compensar essas falhas e recuperar esses momentos tão valorosos de nossas vidas! Um pequeno gesto ou um grande sorriso para mostrar a quem amamos o quanto a sua presença é vital e fortalecedora nesse caminhar, tornaram-se ordem dos dias... Não podemos mais ser tão relapsos com nossos corações!

sábado, 28 de maio de 2011

Sinais Para Uma Nova Vida


Tive a honra e felicidade de, mais uma vez, poder participar do fantástico blog da amiga Kátia Bonfadini, ou "Bonfa" para os íntimos… rsrs, com um texto meu! Casos & Coisas da Bonfa é um espaço imperdível com várias dicas que vão de viagens a decorações. Toda sexta-feira, Kátia convida um blogueiro para publicar um texto em sua coluna Bonfa Convida. Recomendo a todos!
Convido a todos os meus leitores, seguidores e assinantes,  para lerem  Sinais para uma Nova Vida, publicado no blog Casos & Coisas da Bonfa
Boa leitura!
Um ótimo final de semana para todos.
Um grande beijo!
Jackie Freitas

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A Vida Por Outra Ótica

É curioso como temos um olhar diferente para as coisas da vida, dependendo das circunstâncias e momentos em que vivemos...
Ultimamente tenho entrado e saído de hospital, enfrentado verdadeiras maratonas físicas e emocionais em busca de respostas, soluções e paz... É certo que ninguém vai a um hospital a passeio ou para matar as suas horas, mas o que pude perceber é que são justamente lugares assim que nos dão condições de avaliar a vida de uma forma totalmente diferente daquela que habitualmente fazemos.

terça-feira, 17 de maio de 2011

O Silêncio Como Resposta

Não sei quanto aos outros, mas eu tenho o meu limite e tolerância para verbalizar sentimentos, pensamentos e opiniões...
Percebo que quase todos passam boa parte do tempo explicando-se por atitudes suas, justificando as dos outros, dando respostas a tudo e todos por coisas que nem sempre precisam de respostas. Às vezes os fatos estão tão claros e visíveis que não precisamos responder nada... Faz parte de minha natureza conciliadora querer resolver tudo o que for possível através do diálogo, porém, há momentos em que não temos êxito e, infelizmente, ficamos a mercê das conclusões e julgamentos dos outros. E muitas pessoas carregam em si, em sua forma de verem o mundo e aos outros; uma maldade absurda que antecipa conclusões errôneas e injustas! Não vou discutir aqui sobre justiça ou o que seja certo e errado, afinal, cada um tem o seu modo particular, a partir de suas experiências, de agir e pensar como quiser...

sábado, 14 de maio de 2011

Você Sonha ou Realiza?

Você é o tipo de pessoa que sonha ou realiza?
Muitos de nós passamos boa parte da vida desejando obter coisas que, muitas vezes, acreditamos impossíveis e, por essa razão, damos a elas o nome de sonhos... Entretanto é importante sabermos diferenciar sonhos impossíveis de desejos realizáveis. Para mim, a forma como traçamos nossas metas e o esforço que empenhamos para que elas se concretizem é que separam os sonhos das realizações.
Sabemos que nada nesta vida se conquista sem pelo menos um mínimo de esforço, portanto, ficar olhando para o tempo e esperar que as oportunidades apareçam e viabilizem nossos desejos, é o primeiro grande passo para a frustração.

sábado, 7 de maio de 2011

Amiga Blogueir@ da Semana–Kassya Mendonça

O amor é um dos sentimentos mais exaltados, se não for o maior de todos! Inspiração para poetas, delírio dos românticos, felicidade e realização para quase todos nós... Indiscutivelmente é uma de nossas maiores buscas... Eu poderia tentar definir o amor de várias formas, mas não o farei... E, se quisesse, também não conseguiria... Minha Amiga Blogueir@ da Semana o faz com maestria! Kassya Mendonça, consciente da vida e de todas as complexidades do viver, declama em versos toda a beleza do amor! Em seu maravilhoso blog, Nas Asas da Borboleta, ela o mostra como um poderoso sentimento transformador, muitas vezes banalizado por aqueles que não o compreendem em sua essência. Enxerga, nos pequenos acontecimentos diários, razões para que o amor seja celebrado e refletido. E, invariavelmente, isso resulta em belos versos, mostrados em poemas e poesias. Faço um convite a todos para que conheçam o blog da minha querida amiga Kassya Mendonça e aproveitem para fazerem uma fantástica viagem Nas Asas da Borboleta... Se a sua busca é por uma definição do amor, com certeza, muitas delas poderão ser encontradas lá! Aqui, ela nos deixa uma valiosa dica sobre relacionamentos e, claro, tendo o amor como inspiração. Com vocês, Kassya Mendonça em:
Cultivando o Amor

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Complicados e Nada Perfeitinhos!

Vivemos numa época paradoxal! Queremos mais qualidade de vida, mas perdemos preciosas horas em frente ao computador... Aguardamos ansiosos pelas inovações tecnológicas, mas volta e meia, visitamos ao passado, saudosos... Queremos ser maduros, mas nos recusamos a crescer... Tenho enfrentado meus dias de paradoxo! Estou entre dois mundos que se chocam constantemente: enquanto um me diz quem sou o outro tenta me dizer quem realmente sou...

domingo, 24 de abril de 2011

A Renovação em Nosso Próprio Tempo

E chega mais uma ocasião/oportunidade para reflexões e reavaliações... Chamadas que despertam nossa humanidade ou o renascimento de nossos sentimentos... Não sei!
Claro que acho válido o apelo, afinal, não importa qual o caminho que tomamos, contanto que alguma mudança realmente aconteça; porém, ainda acredito que temos nossas opções e as portas são abertas diariamente. Não desacredito da força da fé, do poder da religiosidade de cada um ou, tampouco, da “magia” que paira no ar nestes períodos de união através das crenças. Talvez eu ache tudo demagógico demais, previsto, calculado e rotulado... Parece que a bondade de cada um deva estar alinhada em série, em

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Mania de Perseguição

Estamos cercados e aprisionados! Muros são criados em defesa contra os preconceitos, desconfianças e intolerâncias. A raiva, solidão e exaustão ficam armazenadas e a qualquer momento, prontas para serem colocadas para fora... Vivemos num cárcere emocional e, com isso, o mundo tem abrigado pessoas doentes... De algum modo, mesmo sem querer, fazemos parte disso.
Pare! Relaxe um pouco, você não está sendo perseguido e qualquer cobrança que o obrigue à perfeição, acredite, ela parte de você mesmo e não necessariamente dos outros!
A Mania de Perseguição é uma doença associada a um tipo de esquizofrenia em que a pessoa se sente alvo constante de ataques, intrigas e complôs. E nem faça cara de assustado, pois você pode sofrer dessa doença também!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

A Internet e as Pontes do Coração

Fico aqui pensando no quanto o homem tem investido fábulas para descobrir se há “vida inteligente” fora do nosso planeta; nessa busca incessante em saber que não vivemos sós nessa imensidão galáctica. Porém, quantos têm investido os seus esforços em descobrir as tantas vidas preciosas que há aqui, bem próximas a nós, nessa mesma esfera, nessa mesma realidade?
É certo que muitos estão cansados e desiludidos com esse mundo; frio, duro, repleto de carências, encoberto por superficialidades e máscaras que escondem as verdadeiras faces de uma vida que pode não ser tão inteligente quanto à buscada lá fora, perdida no vazio do espaço, mas que pode nos dar respostas e ensinar muito sobre nossa própria origem... Precisamos enxergar que aqui mesmo, bem perto de nós (talvez até ao nosso lado) existem vidas maravilhosas, à espera de um contato que não requer investimentos maiores do que o da disposição da amizade...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Amiga Blogueir@ da Semana–Neusa Fiesta

Neusa FiestaApós um mês sem as publicações de textos das pessoas admiráveis da blogosfera, retorno com alegria em poder apresentar o trabalho magnífico de uma querida amiga: Neusa Fiesta ou, como a chamo carinhosamente, Neusinha Fiesta! Minha amiga blogueira da semana é uma pessoa de personalidade! Escreve de tudo um pouco, mas sempre com paixão e demonstrando a intensidade dos seus sentimentos e inteligência! Não tem “papas na língua”! Está sempre atenta aos acontecimentos e não se intimida com assunto nenhum! Política, esporte, comportamento, saúde, amor, enfim… expressa em seu maravilhoso blog Deep In Fiesta a sua opinião e visão, convidando-nos a pensar com ela! Neusinha é uma daquelas pessoas que passamos horas conversando e sempre estaremos aprendendo algo, porque conhecimento é o que não lhe falta. Ao receber o meu convite para participar desse quadro, minha amiga querida aceitou prontamente, presenteando-nos com um texto maravilhoso que, tenho certeza, muitos se identificarão. Convido todos a mergulharem nesse fantástico texto! Com vocês, minha amiga Neusa Fiesta em:
Almas Feridas

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Que Seja Eterna Enquanto Dure…

Algumas coisas são difíceis de serem explicadas ou definidas. Cada um tem a sua visão sobre os sentimentos existentes. Sem dúvida alguma, o amor e a felicidade lideram o ranking das buscas e explicações, exaltados em poemas, declamados em versos, analisados por psicólogos e, muitas vezes até por cientistas. Todos tentam encontrar padrões que definam essas experiências, como se precisássemos de fórmulas para vivê-las melhor e de forma “madura”. Difícil imaginarmos pessoas sozinhas e não aos pares! Difícil concebermos a idéia de uma vida sem a magia do amor ou envolta pela aura da felicidade. E, de forma própria, cada um vive os seus encantos ou sofre seus dissabores.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Apenas Começando…

Este texto, a princípio, é um momento particular meu, de celebração (talvez ainda sob o efeito desse primeiro ano de blog) e agradecimento, mas com uma mensagem que abrange a todos como lição ou forma de se encarar a vida...
Hoje, meu irmão completa 34 anos de vida! 34 anos! Como o tempo passou... Ao entrar logo cedo no Skype, recebo um aviso (como se eu precisasse) de que hoje é o dia de seu aniversário e a mensagem que li, deixada por meu irmão, foi: “Tenho apenas 34 anos!”.
Baseada nessa frase e tomada pela emoção causada por ela, resolvi escrever  porque são essas pequenas coisas que nos fazem parar para refletir sobre a grandeza da vida e tentar extrair dela um significado mais importante do que costumamos dar...

terça-feira, 29 de março de 2011

Inimigo Nosso de Cada Dia

Já travei muitas batalhas!
Época confusa, em que não sabia nada sobre guerras, armas ou sobre mim mesma! Achava que conhecia inimigos, mas, na verdade o que eu pouco sabia era sobre amigos... E aí estava a diferença...
Muitas vezes estamos à procura de inimigos e é dessa forma que passamos a enxergar tudo e todos que estão à nossa volta. Procuramos vários motivos para não gostar de alguém, não deixamos que as coisas fluam naturalmente e as pessoas mostrem sua beleza! Travamos uma batalha íntima, levados por algum tipo de preconceito criado apenas por nosso instinto de luta constante. Precisamos de guerra para que a sensação de vitória compense a incapacidade de acreditar que nem todos estão armados contra nós!

terça-feira, 22 de março de 2011

Nosso Primeiro Aniversário

Hoje o blog Fênix comemora o seu primeiro aniversário! Passei dias pensando numa festa elaborada e chique para receber convidados tão ilustres! No final, não providenciei nada e decidi fazer o que sempre faço: receber a todos com a emoção e o coração de sempre! Essa é a minha forma de “conversar”, então por quê, justamente numa data tão especial eu agiria de outra forma?
Completar um ano é uma grata surpresa para mim, pois se me perguntassem há alguns anos atrás o que eu imaginaria estar fazendo hoje, talvez nem me passasse pela cabeça responder que estaria “blogando”! E hoje, não me imagino fazendo outra coisa...
Realmente a vida é movimento constante... Mutável e surpreendente assim como nossos pensamentos! Esse poder de reciclar, se refazer e buscar novas possibilidades; leva-nos a caminhos incríveis! E aqui estamos nós! Um ano de amizade, companheirismo, confidências, reflexões... Um ano que simboliza uma das maiores transformações da minha vida!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Simples Assim…

Sinto falta das coisas e pessoas simples! Talvez, o que eu sinta falta é de ser simples, de enxergar as coisas de um modo mais simples, de viver na simplicidade, de pensar simplesmente...
Saudades dos tempos de poucas responsabilidades (o que nada tem a ver com não ser responsável), onde tudo era resolvido com um sorriso e com a liberdade de rir de si mesmo. Tempos em que as promessas, se não cumpridas, não acarretavam em grandes consequências e nem em pesadas cobranças que, hoje, me consumiriam e me fariam arrastá-las como dívidas permanentes.
Sinto falta de coisas pequenas, mas que hoje me parecem tão importantes e prazerosas! O cheiro do tempero do feijão da minha mãe me recebendo no portão de casa, com seu delicioso aroma, me convidando para saboreá-lo

terça-feira, 15 de março de 2011

O Tóxico que nos Alimenta

 
Por mais que nos ensinem sobre o certo e errado, vivemos na bifurcação constante daquilo que, de fato, alimenta nossa alma! E os pensamentos... Ah! Hipócritas e traiçoeiros pensamentos, do que vocês se alimentam?
Temos diariamente um vasto cardápio: desgraças e tragédias humanas, intolerâncias diversas, desrespeitos, preconceitos, mediocridade... Somos a fome ou a vontade de comer? Caças ou caçadores?
Do nosso divã, muitas análises são feitas sobre a vida alheia, mas será que a nossa própria vida anda em ordem? Estamos em paz com essa tal consciência que insiste em julgar o próximo mesmo antes que ele abra a boca e conte-nos um pouco sobre a sua história? Ele pode ser uma pessoa de bem, querendo o que todos querem: um pouco de paz, amor e compreensão. Talvez nem queira de nós a responsabilidade de carregar o seu pesado fardo, mas apenas um pouco de sorriso, gentileza e consideração humana! Não é assim que no alto dos nossos conceituados valores nos autodenominamos: Humanos? Mas, quem se importa?

sexta-feira, 11 de março de 2011

Perdas Insubstituíveis

A perda é algo que, desde cedo, não nos ensinam a lidar. Ao contrário! Ensinam-nos a bravura dos lutadores; a competir na vida em todos os momentos, contra todos e quase contra tudo! Não importa o tamanho do desafio e nem a força do nosso oponente... Temos que sair vitoriosos, pois perder não faz parte do “treinamento”. O próprio processo da concepção e do nascimento já implica numa grande competição que resulta em vitória! Somos vencedores de um em meio a milhões! Fecundos e fecundados...

terça-feira, 8 de março de 2011

Solidão Terapêutica

Dizem que a solidão é a doença do nosso século! Por medo, insegurança e atribulações do dia-a-dia, as pessoas se escondem umas das outras, se trancam em suas fortalezas, constroem muros cada vez mais altos em nome da segurança emocional e física e, assim, se isolam do mundo. Aos poucos padecem pela falta de carinho e afeto, e acabam transformando chances de autoconhecimento, em reclusão e exclusão inconscientes. Não seria possível converter e usar a solidão, positivamente, para a cura de outras doenças que afligem à alma?

quarta-feira, 2 de março de 2011

Medidas Extremas

Hoje acordei com vontade de “chutar o balde”! É!!! Rebelar-me comigo mesmo, desafiar o previsível, libertar-me do convencional...
Resolvi me dar ao luxo de não seguir receitas, obedecer a regras... O papo agora é entre mim e a minha vida!
Quero poder errar sem culpas e medos, sem ter a obrigação das desculpas ou satisfações! Poder exercitar o que há de mais característico em minha condição humana: o erro! Entretanto, ainda quero poder aprender com os erros, mas sem carregá-los como culpa ou falhas de caráter... Sou apenas humana, graças a Deus! E que alívio poder acordar e saber que tenho a liberdade para decidir os meus caminhos, fazer minhas escolhas e buscar o meu melhor.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Uma Releitura… Um Recomeço…

Outro dia escutei alguém dizer: “se Deus escreve certo por linhas tortas, tenho que aprender a ler de novo!”.
E aqui estou eu pensando nessa frase, fazendo uma “releitura” da vida e, como sempre, reformulando alguns conceitos...
Acredito que nada na vida aconteça por acaso, sem motivo ou propósito! Se formos condutores dela, obviamente, somos nós que traçamos os nossos próprios caminhos! Apenas nos deparamos com situações que exigem de nós decisões ou atitudes que nos façam mudar o rumo ou mantermo-nos no mesmo.
As consequências nem sempre são aquelas que gostaríamos ou sonhávamos, mas são, sem dúvida, influenciadas por nós!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Agradecer Sempre!

Debaixo dos emaranhados problemas, ainda havia um fio de esperança... Havia motivos para reflexão, auto-análise e, acima de tudo, para agradecimento...
Como é comum nos pegarmos contabilizando problemas e lamentando pelos erros... Não é um pecado meu ou seu apenas! É um pecado de todos nós! Mas esse pecado não consiste em lamentar e sim em deixar de enxergar e agradecer o que se conquista na vida, apesar dos inúmeros erros que cometemos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!