segunda-feira, 18 de abril de 2011

A Internet e as Pontes do Coração

Fico aqui pensando no quanto o homem tem investido fábulas para descobrir se há “vida inteligente” fora do nosso planeta; nessa busca incessante em saber que não vivemos sós nessa imensidão galáctica. Porém, quantos têm investido os seus esforços em descobrir as tantas vidas preciosas que há aqui, bem próximas a nós, nessa mesma esfera, nessa mesma realidade?
É certo que muitos estão cansados e desiludidos com esse mundo; frio, duro, repleto de carências, encoberto por superficialidades e máscaras que escondem as verdadeiras faces de uma vida que pode não ser tão inteligente quanto à buscada lá fora, perdida no vazio do espaço, mas que pode nos dar respostas e ensinar muito sobre nossa própria origem... Precisamos enxergar que aqui mesmo, bem perto de nós (talvez até ao nosso lado) existem vidas maravilhosas, à espera de um contato que não requer investimentos maiores do que o da disposição da amizade...
Sentimo-nos sós porque percebemos que por mais que evoluímos tecnologicamente, regredimos em pequenos passos ao deixarmos de olhar à humanidade com os olhos simples e, dessa forma, perdemos pequenos valores que nos aproximam das pessoas. Tem uma frase de Shakespeare que diz: “Se você se sente só, é porque ergueu muros em vez de pontes.”, e para mim essa frase representa com perfeição essa era em que vivemos rodeados pelos muros da tecnologia, mas sem disposição para a busca das pontes que nos levam ao contato com outras vidas... Isolamo-nos em nossas casas ou nos aprisionamos em nosso próprio ser e deixamos do lado de fora as inúmeras possibilidades de enxergarmos que não estamos sós neste mundo...
Neste final de semana decidi sair dos muros que me cercavam e me propus provar que a tecnologia pode, sim, ser usada em benefício das descobertas humanas! A internet, como dizem, encurta distâncias, elimina fronteiras e aproxima pessoas. Provar que esse é um avanço tecnológico e que através dele fazemos contato com vidas não apenas inteligentes, mas com muito calor humano, me deixa aliviada! Encontrei amigos preciosos que me receberam com muito amor em seu lar! É interessante ver que as pontes que trilhamos são edificações grandiosas criadas pelo coração! Dizem que o amor é um idioma universal e, agoGlauco e Luciana Marchezinra, estou certa de que seu maior intérprete seja o coração! E quando as pessoas o usam para transmitir carinho, amor e amizade, não importa em que parte do mundo nós estamos; sentimo-nos em casa! E foi assim que me senti ao conhecer o querido casal de amigos Glauco e Luciana Marchezin!
Eles abriram não apenas as portas do seu lar, como também os seus braços para acolherem no seio de sua família, amigos que estavam do outro lado das muralhas, protegidos pelas telas de computadores... Amigos virtuais, como costumamos dizer... E a maravilha proporcionada por essa tecnologia chamada internet, foi ver que os rostos que encontrei, fazem parte de uma vida não diferente da minha ou da sua e nos permite constatar, agradecidos, que descobrir amigos é uma dádiva! Percebemos que não há riquezas ou tesouros escondidos se não estivermos dispostos a encontrá-los... E eu encontrei tesouros inestimáveis na travessia dessa ponte! Encontrei amigos verdadeiros e penso que as amizades são verdadeiras e eternas pelo tempo que queremos mantê-las conosco... Posso dizer que depois desse encontro, terei tais amigos, não porque essa seja a lei irrefutável da vida, mas porque é assim que as amizades são: tijolos retirados de muros instransponíveis e usados na viabilização de pontes eternas...
Gisele Munhoz, Samanta Modesto, Jackie Freitas, Erica Queiroz, Luciana Marchezin, Eduardo Munhoz, Glauco Marchezin, Pequena Julia, Grande BiaAgradeço aos amigos queridos que lá também estiveram: Samanta Modesto, Fred Farah, André, Erica Queiroz, Gisele e Eduardo Munhoz. E a essa fantástica família Marchezin: Glauco, Luciana, pequena Julia e grande Beatriz, o meu eterno carinho e admiração! Estar com vocês me fez ver uma vida real, onde o amor ainda é o maior exemplo da evolução humana! Tecnologias nos aproximam de pessoas e enquanto o homem investe infinitos recursos para obter apenas um pequeno sinal de vida fora do nosso planeta, investirei meu amor e carinho para mostrar ao mundo que aqui mesmo, muito próximo de nós, há pessoas como vocês... E tê-los como amigos é a melhor resposta de vida inteligente... É a melhor representação de evolução e crescimento, um passo adiante para a construção de um mundo rico e com tesouros inestimáveis!
Queridos amigos, muito obrigada por permitirem a minha entrada nesse mundo! Muito obrigada por oferecerem-me o calor encontrado em lares cercados de amor... Muito obrigada por compartilharem comigo esse tesouro que há em cada um de vocês. Entre nós não há muros e espero que possamos trilhar lado a lado nessa ponte, movidos pelo respeito, carinho e amor da amizade... Que esses bytes que nos aproximaram sejam apenas mais uma das muitas formas de nos encontrarmos e fazermos dessa caminhada o verdadeiro sentido de nossas buscas humanas!
Jackie Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!