domingo, 24 de dezembro de 2017

Anjos Nossos de Todos os Dias...

Quem me acompanha sabe o quanto me desagrada passar por essa época do ano e por esse processo cansativo que, a meu ver, é apenas um ritual hipócrita, desprovido, em sua maioria, de qualquer sentimento que não seja apenas o de apaziguamento da consciência. Espécie de “cumprimento ao dever”...
De um modo ou outro acabamos forçados a participar desse cenário, então, como contribuição a todo esse clima “mágico” que toma conta de todos, gostaria de expressar meu humilde pensamento sobre a verdadeira conduta que deveria representar o tal espírito natalino.
Gosto muito desse pensamento: “Deus coloca anjos em nossa vida em forma de amigos...”. E é sobre essas pessoas especiais que gostaria de escrever.
Sempre pensei na individualidade como forma de fortalecimento e, sobretudo, como aprendizado. Muitas vezes somos nós que criamos nossas oportunidades e, também, as desperdiçamos. Qualquer decisão que tomamos ou o modo como agimos ao longo da vida, refletirá diretamente sobre nós mesmos e suas consequências serão sentidas a curto, médio ou longo prazo. Não existem responsáveis ou culpados, senão nós mesmos...
Seguindo essa linha de pensamento, acabamos carregando um pesado fardo, acreditando com veemência nas penalidades e atribuindo todos os castigos recebidos como obra de Deus. E essa forma de pensar é uma das consequências do individualismo! Aprendemos a lutar e até mesmo a sofrer sozinhos, e quando perdemos a crença naquilo que deveríamos chamar de vida, Deus se manifesta com a mesma veemência e nos apresenta os seus anjos...
Anjos são aquelas pessoas que entram em nossa vida de modo inexplicável e de forma mais inexplicável ainda, se mantêm nela. Aceitam a nossa forma de ser, agir e não tentam nos mudar para algo que nunca seremos. Simplesmente estão ali, ao nosso lado em todos os momentos, independente da hora ou lugar, circunstância ou situação. São fieis guardiões e muitas vezes a luz em nossa escuridão. São eles que nos salvam quando perdemos o chão e um abismo se abre diante de nós. Aceitam ao desafio de nos mostrar a vida que não enxergamos, porque mais do que nós mesmos, acreditam em nós! Permanecem convictos de que dias melhores virão e são eles que nos ajudam a testemunhar o milagre de cada novo dia!
Pessoas assim são feitas de bondade e por isso agem dessa forma. Não esperam festas ou ocasiões especiais para mostrarem o que têm de melhor. Não
precisam que suas qualidades sejam reconhecidas ou louvadas porque agem sem pretensões egocêntricas. Possuem problemas como qualquer um de nós, mortais, mas sempre encontram tempo para olhar não com os olhos, mas com o coração, aos que estão ao seu redor. Não deve ser fácil essa função, aliás, me parece bem cansativa, mas um anjo verdadeiro jamais se cansa da companhia daquele que seu coração elegeu como amigo!
E é por essa razão que estou escrevendo esse texto nessa ocasião. Para lembrar a todos que não precisamos mostrar nosso “espírito” solidário e humano apenas no Natal. Podemos nos dedicar ao próximo em todos os momentos, exercitando o melhor que há em nós e provando que individualmente somos uma pessoa, mas somados aos outros, representamos a vida! Deus nos abençoa a todo o instante e cada vez que nos recusamos a aceitar essa verdade, teremos Seus anjos nos mostrando a Sua grandiosa e benevolente presença.
Agradeço, portanto, aos anjos que tenho a honra de chamar de amigos. A todos vocês um Feliz Natal! Vocês representam o verdadeiro espírito da bondade e o praticam incansavelmente por todos os dias ao longo de todos os anos. Faço de mim morada dos melhores sentimentos para receber, reconhecer e agradecer todo o bem que me oferecem. Aprendo e me renovo a cada dia com todos vocês! Agradeço por romperem as barreiras do meu individualismo, provando que não estou só nessa caminhada e, sobretudo, por não desistirem de mim!
Muito obrigada! Boas Festas, meus anjos...

Jackie Freitas

“Um dia a gente acorda, os livros nos acordam, um anjo nos acorda e somos avisados: não adianta mais olhar para trás. É ir em frente ou nada.”


Esse texto é dedicado ao maior anjo da minha vida: JR! Obrigada por acreditar em mim e emprestar as suas asas aos meus sonhos e voos...



Imagens retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!