quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Chegada e Despedida

 Chegamos! Comemore porque, chegamos aqui!


Foi um ano difícil, repleto de medos e inseguranças; um ano em que tivemos que lidar com nossos fantasmas, confrontar nossos monstros, travar nossas próprias batalhas... Mas, se chegamos aqui, podemos dizer que vencemos! E isso nos torna heróis por excelência, afinal de contas somos vencedores, pois assim fomos criados: para lutar e vencer. Sim, caímos diversas vezes durante o percurso, nos machucamos e até duvidamos se poderíamos levantar e prosseguir, mas, levantamos, prosseguimos e aqui estamos!

O grande lance não é contabilizarmos as quedas ou as feridas, mas em celebrar aquilo que possuímos de mais valoroso: a VIDA! E é disso que se trata toda essa experiência; compreender que somos abençoados e se estamos aqui agora, temos mais motivos para agradecer do que reclamar. Eu poderia me juntar a uma multidão de queixosos e enumerar as dificuldades enfrentadas, especialmente nesse atípico ano; porém, me recuso a fazer parte desse grupo e contribuir com essa esfera de energia depressiva. Acredito, sobretudo, que somos melhores quando surgem os desafios e que superá-los nos torna pessoas mais fortes e conscientes da grandeza que nos cerca. Talvez não nos tornemos pessoas melhores, embora esse seja o objetivo, mas, certamente, promovemos mudanças em nós, nos outros e naquilo que nos cerca.

Ouço diariamente, o tempo todo incansavelmente, que este ano não foi fácil e fico me perguntando: e quando foi? Por que temos a tendência em achar que pra vida
ser “boa” precisa ser fácil?  Por que carregamos tantas culpas e fardos quando só precisamos literalmente viver? E a vida tem as suas implicações que nos desafia, nos instiga a ir além, a sair da zona de conforto e buscar alternativas. Se estivermos numa trilha e de repente surgir uma barreira, temos opções: voltar ao início e traçar outro trajeto, sentar e chorar por não poder seguir adiante e ficar paralisado ou, começar a remover aquilo que está bloqueando o caminho, impedindo qualquer possibilidade de crescimento e evolução. Vai nos cansar, tomar tempo e é aí que está o desafio, afinal as pessoas determinadas compreendem que não há continuidade sem esforços ou sacrifícios. Não podemos dizer que vencemos e, tampouco, nos sentirmos vencedores se não formos capazes de superar obstáculos. Não podemos possuir aquilo que não conquistamos!

A minha mensagem de final e começo de ano se resume a uma palavra: PARABÉNS! Você, eu e todos somos vencedores! Chegamos aqui e me arrisco a afirmar que iremos ainda mais longe! Foi um ano difícil, sim, mas não se iluda achando que não teremos anos iguais ou piores. A questão não está no ano que vivemos e em suas dificuldades e sim na pessoa que somos e como podemos contribuir para que nossos dias sejam efetivamente melhores. Um dia por vez... Não tem outra fórmula: “step by step”.

Falamos em coletividade e no quanto nossas ações repercutem na vida do próximo... Precisamos de uma pandemia para atingir essa “consciência”? Portanto, tenha em mente que a coletividade foi e sempre será essencial para a nossa existência, afinal é disso que se trata sociedade, contudo, não haverá contribuição se não soubermos lidar individualmente com nossas responsabilidades. Percebe agora que toda transformação ocorre de dentro pra fora? Não podemos amar se não formos capazes de amar a nós mesmos, não doaremos bondade aos outros se não formos gentis conosco, não seremos capazes de perdoar se, sequer, perdoamos nossos próprios erros e falhas... e assim por diante.

Precisamos iniciar o ano com um olhar mais brando! A nós, aos outros e, sobretudo, pra vida... Humildade e consciência de que fazemos parte de algo grandioso. Convicção de que somos fortes e capazes de enfrentar qualquer


obstáculo e que são eles que nos movem adiante. Fé, independente da crença, mas, acima de tudo em nós e na capacidade transformadora que temos! Amor, solidariedade e muita humanidade. O mundo precisa disso! Saúde (e hoje entendemos a sua valiosa importância)! E, o meu voto (ou conselho) preferido: GRATIDÃO! Agradecer pela vida e benção de existir. Se estamos aqui e agora somos privilegiados e muito abençoados! Estamos respirando (e como é precioso esse ar)! Não importa quantos problemas enfrentamos ou o quanto nos machucamos; superamos cada obstáculo, removemos cada pedra no caminho e se foi difícil, ainda assim chegamos aqui! Um brinde a vida e aos seus desafios. Somos mais fortes, mais conscientes e quiçá, mais humanos!

Feliz Ano Novo... Feliz pessoa nova... Feliz olhar novo... Feliz caminhada... Feliz chegada... 

Jackie Freitas

 “Não há transição que não implique um ponto de partida, um processo e um ponto de chegada. Todo amanhã se cria num ontem, através de um hoje. De modo que o nosso futuro baseia-se no passado e se corporifica no presente. Temos de saber o que fomos e o que somos, para sabermos o que seremos.”.

(Paulo Freire)

 

 

*Imagens retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!