segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Estamos Prontos Para Seguir Adiante?

relogio Afinal o que nos prende a esse momento e tempo? O que nos liga tão fortemente às pessoas que parece nos impedir de dar o segundo passo?
Alguns me chamam de sonhadora, outros de filósofa, outros ainda de questionadora. Sim, posso dizer que sou tudo isso junto e misturado, e ainda me permito ser um pouco mais. Gosto de ser diferente e enxergar um pouco além do óbvio, mas isso não me descaracteriza, em hipótese alguma, como ser humano.
Somos todos confusos, donos de verdades, intolerantes, sofredores, sonhadores, lutadores e sobreviventes. Uma infinidade de adjetivos nos é
colocado e nós mesmos nos damos muitos. Alguns que somam e nos representam, outros que nos diminuem e, se não condizem com nossa personalidade, podem ser absorvidos e incorporados, se assim julgarmos conveniente e oportuno.
Mas seria isso e apenas isso que nos prende? Seriam esses os motivos que nos sufocam e aprisionam numa vida de incertezas e pessimismo? Creio que não. A mola propulsora que nos leva a dar o grande salto para o sucesso e felicidade está no otimismo e na fé de que somos capazes de grandes conquistas; que apesar dos erros, temos muitos acertos e são eles, somados, que motivam a existência. Cada vez que estagnamos, seja em decepções, frustrações ou derrotas, estamos impedindo que o próximo passo seja dado e, assim, nos leve ao seguimento de nossas vidas! 
Alguns de nós paralisamos diante da vida, tamanha é sua complexidade. Por estarmos sempre em busca de respostas (e muitas delas não teremos), ficamos a mercê do tempo e das pessoas, como se delas dependesse a nossa existência. Fixamos a idéia de que o aval do próximo é fundamental sinalizador ou indicador de nossas próprias descobertas. Quando digo que devemos andar com as próprias pernas, por mais óbvio que pareça, ainda é uma missão difícil e pouco praticada pela grande maioria. Muitos ainda querem ser carregados no colo e passar pelas pedras ou buracos, intactos, seguros e protegidos. Mas somos nós os senhores de nossa razão! Somos nós os comandantes da vida e pintores de nossos próprios caminhos.
Muito melhor do que culpar aos outros é não nos colocarmos como vítimas. É termos a consciência plena de que, de um modo ou outro, nada acontece sem o nosso consentimento. Pessoas são seres como nós, confusas e perdidas em seus passos. Colocar nelas a nossa expectativa de sucesso ou felicidade, com certeza é um erro tão grande quanto o de parar para acusar e lamentar. E talvez, em sua complexidade, seja essa a grande beleza da vida! O desafio de superarmos as nossas dúvidas, de arriscarmo-nos pelos caminhos que, mesmo incertos, nos levarão a algum lugar.
O destino (se assim acreditarmos) é traçado conforme o objetivo de cada um e o seu ponto de chegada pode ser o mesmo almejado por todos. Portanto, vamos seguir adiante, dando um passo por vez, sem estarmos amarrados aos destinos dos outros. Vamos viver com a certeza de que encontraremos o que buscamos através da forma como nos conduzimos. O importante é termos sempre em mente aonde queremos chegar. E posso garantir que encontraremos pelo caminho muitas pessoas perdidas, assim como nós. Nossa tarefa não é carregá-las no colo e tampouco sermos carregados; mas apenas de seguir adiante, mesmo que os passos sejam cautelosos e lentos.
Jackie Freitas
“Caminhar com bom tempo, numa terra bonita, sem pressa, e ter por fim da caminhada um objetivo agradável: eis, de todas as maneiras de viver, aquela que mais me agrada.”
(Jean Jacques Rousseau)
*Imagens Retiradas do Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!