Mostrando postagens com marcador Poemas e Poesias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Poemas e Poesias. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Entre Dois Mundos

Quanto mais voltas eu dou em busca de um destino, mais me perco em mim... Quanto mais respostas eu busco às minhas perguntas, mais reticências encontro...
Significa que a história não acabou e que talvez esteja apenas começando. A viagem me pareceu longa até aqui, como se eu tivesse feito e visto de tudo; porém, percebo que mal comecei a aprender, mal sei sobre mim... Nada sei, não sei...
Pode parecer loucura a todos, mas a verdade é que às vezes a gente se cansa da sensatez e da razão e aí, tudo o que queremos explorar é um pouco da insanidade que habita dentro de nós.

domingo, 7 de outubro de 2012

Mensagem

Queria escrever um texto que fosse capaz de transmitir uma mensagem otimista e nos fizesse reavaliar o modo como conduzimos a vida. Gostaria que todos a valorizassem e a tratassem com carinho e respeito, vivendo cada momento com paixão, intensidade e compreendendo que eles são únicos. Que olhassem ao redor e percebessem as pessoas, pois elas também são únicas! Que olhassem para si e tivessem a certeza de que são raras e especiais. Se buscarmos um modo melhor de compreender tudo o que nos cerca, veremos que a beleza está nos detalhes que deixamos passar despercebidos...
Então, li esse maravilhoso poema de Pablo Neruda e vi que tudo o que eu queria escrever, ele já havia escrito. Obrigada Pablo!

terça-feira, 27 de março de 2012

Mares de Março…

Não gostaria de encerrar este mês sem deixar uma mensagem, mesmo que curta, aqui neste espaço que por muito tempo se tornou o meu refúgio, talvez minha própria fuga, meu lar...
Tenho estado tão ausente desta casa, viajando pelo mundo, descobrindo mares, marés, tempestades e calmarias... Navegando por lugares que me levam e me trazem de volta; ajustando uma bússola que ora me mostra o norte como caminho certo, ora aponta pro sul e me coloca em rota de colisão...
Como escreveu Pessoa: “Navegar é preciso, viver não é preciso...”. E é assim que seguimos: precisos, mas sem precisão alguma... Vivendo o que é preciso, navegando imprecisos... Ou, quem sabe o contrário?
Não sei por onde esse barco me levará e nem em que porto irá atracar.
Continuarei viajando...
E quando a bússola me faltar, olharei para o céu, contarei as estrelas...
Saberei que é hora de voltar pra casa!  A pé… descalça… vestida de mim em mim mesma…
Jackie Freitas
*Imagens retiradas do Google Imagens

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Divagações…

                                   Existem dias e momentos,
que o inferno vadia e nos traz tormentos;
angustia
e causa sofrimentos...


Ficamos perdidos, procurando explicações
fazendo pedidos, procurando em orações
buscando todos os sentidos, para compreender as razões
que nos levam a esses caminhos
de passos confusos, de desencontros
e indefinições...

domingo, 29 de maio de 2011

Eu Preciso Dizer que Te Amo!

Antes que o tempo acabe e os arrependimentos cheguem, há muitas coisas que podemos fazer e dizer...
Passamos horas absorvidos em problemas, muito mais dos outros (trabalho) do que nossos; envolvidos em buscas de soluções, desgastados por cobranças, competindo em um mundo onde, todos os dias, são eleitos campeões e líderes... Tudo é cíclico, passageiro e mutável.
Mas temos, em nosso próprio mundo, razões importantes para celebrarmos nossas próprias conquistas e bênçãos. As deixamos de lado porque acreditamos que poderemos compensar essas falhas e recuperar esses momentos tão valorosos de nossas vidas! Um pequeno gesto ou um grande sorriso para mostrar a quem amamos o quanto a sua presença é vital e fortalecedora nesse caminhar, tornaram-se ordem dos dias... Não podemos mais ser tão relapsos com nossos corações!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Que Seja Eterna Enquanto Dure…

Algumas coisas são difíceis de serem explicadas ou definidas. Cada um tem a sua visão sobre os sentimentos existentes. Sem dúvida alguma, o amor e a felicidade lideram o ranking das buscas e explicações, exaltados em poemas, declamados em versos, analisados por psicólogos e, muitas vezes até por cientistas. Todos tentam encontrar padrões que definam essas experiências, como se precisássemos de fórmulas para vivê-las melhor e de forma “madura”. Difícil imaginarmos pessoas sozinhas e não aos pares! Difícil concebermos a idéia de uma vida sem a magia do amor ou envolta pela aura da felicidade. E, de forma própria, cada um vive os seus encantos ou sofre seus dissabores.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

A Arte de Perder

Meu coração está tomado pela dor. Não deveria, afinal ele simboliza o melhor de nossos sentimentos! É nele que guardamos o amor e pessoas queridas, mas nele, também, depositamos as mágoas e os sofrimentos. Eu gosto de escrever com meu coração! Gosto de escutá-lo, senti-lo e de traduzir em palavras todo o sentimento que ele me conduz. Por essa razão, não consigo ficar quieta nesse momento! Pensei em deixar o silêncio acalmar meu coração, mas ele não quer ficar calmo! Continua pulsando e gritando para que eu não interrompa os seus pedidos...

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Dois em Um

Eu sei muito sobre você! Mais do que você imagina!
Sei dos seus medos, de suas dores; conheço as suas alegrias, o seu silêncio...
Conheço os olhos que me chamam, sem nada dizer-me... Até mesmo quando a sua boca fala te conheço pela denúncia do olhar...
Sei mais de você do que de mim mesma, pois cedo a você tanto espaço dentro de mim, que pouco dele sobra para os meus pedaços... Mas é uma invasão consentida, autorizada e querida. Uma invasão que me enriquece e dá formas ao meu ser.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Para Falar de Amor…

Para falar de amor não é preciso mais do que sentimento. Sentimentos puros e honestos, que partem de nossa alma e atingem toda a extensão do nosso ser. Para falar de amor, basta ser um tanto humano, com uma dose de anjo; que bate as suas asas não para partir, mas para encontrar lugar seguro e apreciar a maravilha desse grande sentimento.
Não sou anjo, sou mulher. Procurei conhecimentos e não sei se os adquiri, talvez eu seja ainda uma nova programação, um novo modelo de um sistema inteligente, aguardando o implante de órgãos que me façam sentir além do necessário. Sou ainda um esboço, portanto, as minhas falhas são imensas. Sempre há o que consertar e aprimorar.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Poema Sobre o Amor

“A primeira epístola de S. Paulo à igreja em Corinto é conhecida como I Coríntios, muito embora possa ter sido a segunda carta do apóstolo aos cristãos daquela cidade. Nesta carta é encontrada a famosa passagem sobre a importância do amor genuíno e é considerada uma das epístolas mais poéticas do "Apostolo dos Gentios" como Paulo de Tarso chegou a ser chamado. No capítulo 13 da epístola, Paulo fala grandiosamente sobre o amor (em grego, ágape).” Fonte : Wikipédia
“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tivesse Amor, nada disso me aproveitaria.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Uma Carta de Amor

  O dia dos namorados está chegando, portanto o amor estará mais evidenciado. Para mim o amor está presente em todos os dias da minha vida, mas acredito que o meu AMOR mereça uma mensagem especial!
Meu marido é o grande amor da minha vida! Minha alma gêmea, meu companheiro, meu amigo, meu irmão (dessa e de outras vidas), meu mestre... Na verdade eu já o conhecia, muito antes de vê-lo... Ele sempre esteve presente e real em meus sonhos de menina, nas fantasias de adolescente e nos ideais de mulher! Deus só esperou o momento certo para nos apresentar!
Passamos por diversos problemas, enfrentamos tempestades e turbulências, choramos e quase desistimos... Mas nunca há fim num amor verdadeiro. Cada dia é um novo recomeço, uma nova esperança, um novo voto de aprendizado.

sábado, 24 de abril de 2010

Poema Escrito por Ele… Resposta Dela!

Recebi de uma amiga (por email) este “poema” . Não sei o nome do autor . Se alguém souber, me avisa!
Resolvi publicá-lo (contrariando a opinião do meu marido), apenas para descontrair e mostrar, de maneira bem humorada, uma metáfora das expectativas de uma relação hoje em dia. Por mais que se diga o contrário, ainda há o olhar “machista” nos relacionamentos. Poucos são os verdadeiramente “democráticos”. E, quanto as mulheres…Ops! Parece que a Bela Adormecida… não dorme mais!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Dez Leis Para Ser Feliz – por Dr. Augusto Cury

Quem leuA Riqueza da Informação poderá acompanhar o resultado de minhas pesquisas a partir desta publicação. Falamos sobre o tal poema que muitos acreditam ser de Fernando Pessoa, quando na verdade é apenas a junção de alguns trechos do livro: Dez Leis Para Ser Feliz – Ferramentas Para Se Apaixonar Pela Vida, do psiquiatra Augusto Cury.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Rascunho da Criação

A chuva já não me incomoda mais
Porque os seus pingos encheram o meu coração
De um amor tão fugaz
Que transita entre o sentimento e a emoção
Da inocência que não volta mais...
O vento que canta agora na janela
Traz as notas tristes de um mensageiro
Que não encontra a porta aberta
E vai de encontro a outro passageiro...
Não tem ao certo um destino
Nem sequer sabe o meu endereço,
Questiona ainda aflito
Se tenho tudo o que mereço...
Mas, a vida é assim!
Tudo tem o seu doloroso preço
Mesmo o que não tem um fim
Pede, em vão, um novo começo...
Se não olharmos atentos ao futuro
O que encontraremos serão pedaços,
Ecos dos poucos sussurros
Esboços dos nossos traços...
Vida, vida, o que és então?
Se o martírio que nos domina
Nos enche de ilusão?
Se o pouco que ainda ensina
Não passa de uma alusão?
Se o que buscamos são rimas
Monstros da nossa criação?
Jackie Freitas

terça-feira, 13 de abril de 2010

Declaração

Se em poucas palavras
Eu pudesse resumir
Sensações não explicadas
E num olhar te pedir
Nessas horas passadas
Nesse ressurgir
Faça-me amada
Faça-me feliz...
Se eu pudesse te olhar
E na tua alma
Aos poucos entrar
Ficaria quieta, calma
Calada a te observar...
E faria de você poesia
E faria em você o próprio mar
E daria à você alegria
E ficaria a te amar...
Se na majestade do universo
Eu te definisse num segundo
Faria-te em prosa e verso
Criação do meu próprio mundo!
Se no amanhecer eu te visse
E ficasse assim, a te olhar
Descobriria-me em sua meiguice
Esta felicidade de te amar
Jackie Freitas

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Auto-Retrato

Quando cresci
Percebi que era tarde demais para ser criança.
Corria contra um tempo que não era mais meu.
Lutava,
Em vão,
Para descobrir um pouco mais sobre mim mesma,
Mas quando me vi, me perdi em meu próprio reflexo.
Desfigurada,
Tentei colar os pedaços que sobraram de mim.
Não pude!
Porque já era tarde demais.
Passei a vida,
Tentando encontrar o que esteve sempre dentro de mim.
Não pude perceber que dentro de mim
Habitava um ser que era mais ser do que humano.
Passei dias e noites tentando me conformar com esta cruel e dura realidade.
Mas o que posso fazer
Se a vida pede para que eu continue essa busca,
Essa luta?
O que posso fazer se a vida ainda exige de mim mais pedaços para a composição desse quadro abstrato da minha vida?
Jackie Freitas

As Cores

 
Eu quero acordar
Numa manhã bonita
E pela janela olhar
A natureza colorida
Recebendo o meu despertar
De uma busca infinita
O encontro do meu lar
O sentido da minha vida...
Quero ver todas as cores
Ressaltando o meu sorriso
Pintando de felicidade as minhas dores
E deixando no coração um aviso
De paz intensa, quando fores...
Fica aqui comigo
A segurança, a esperança
De te ver feliz, meu amigo
Minha doce lembrança...
E esta paz que me invade
Tem todas as cores do mundo
E enobrece a minha vaidade
Me liberta de tudo...
Pode chamar de loucura
Ou qualquer insanidade
Este sentido para a minha procura
O confronto com a minha realidade...
E, quando eu for apenas flores
Direi para o mundo atento,
Continuarei buscando as cores
Que pintarão de poesia o meu alento!
Jackie Freitas

domingo, 11 de abril de 2010

O SONHO

Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.”

(O Sonho – Clarice Lispector)

MUDE

Mude, mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente, observando com atenção
os lugares por onde
você passa.


Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.

Fórmulas

"Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.

Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? Eu adoro voar!
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre".


(Clarice Lispector)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Plágio é Crime! Proibida a Cópia do Conteúdo desse Blog!!!